Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Uso de fone para ouvir música em viagem poderá ser obrigatório

Substitutivo aprovado este proibição a ônibus, vans, lotações ou veículos sobre trilhos que façam trajetos internacionais, prevista no projeto apensado

Uso de fone para ouvir música em viagem poderá ser obrigatório
Notícias ao Minuto Brasil

20:03 - 06/02/16 por Notícias Ao Minuto

Política Comissão

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou proposta que obriga usuários de transporte coletivo – público ou particular – a usar fones de ouvido para ouvir música durante trajetos interestaduais e internacionais.

Hoje alguns municípios já contam com legislação para coibir o uso de equipamentos sonoros no transporte coletivo. O texto aprovado é um substitutivo ao Projeto de Lei (PL) 7496/14, do deputado Heuler Cruvinel (PSD-GO).

Cruvinel: objetivo é reduzir o desconforto dos outros passageiros, que têm de tolerar músicas em altura incompatível com a de um ambiente normal

Para o relator, deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) a expectativa é reduzir o desconforto dos outros passageiros, que têm de tolerar músicas em altura incompatível com a de um ambiente normal.

Marquezelli optou por estender a proibição a ônibus, vans, lotações ou veículos sobre trilhos que façam trajetos internacionais, medida prevista no PL 2711/15, que tramita apensado. O texto original limitava o alcance da medida ao território nacional.

Penalidades

Pelo texto, quem desrespeitar a regra ficará sujeito a ter o aparelho desligado e, caso se recuse, a se retirar do veículo. Em último caso, é prevista intervenção policial.

Pelo substitutivo aprovado, caberá às empresas a obrigação de afixar, em local visível e com boa legibilidade, o número da nova lei, a proibição nela contida e o telefone do órgão municipal responsável pelo transporte. Caso descumpra essa determinação, a empresa poderá ser punida com multa no valor de um salário mínimo.

De acordo com a Agência Câmara Brasil, o projeto será analisado em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Campo obrigatório