Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Datena diz que concorrerá ao Senado

Esta é a quarta eleição consecutiva em que Datena se apresenta como potencial candidato.

Datena diz que concorrerá ao Senado
Notícias ao Minuto Brasil

17:00 - 16/01/22 por Estadao Conteudo

Política Eleições 2022

O apresentador de TV José Luiz Datena voltou a apresentar interesse pela vida política. Em seu programa, o apresentador, que é filiado ao PSD, afirmou que será candidato ao Senado Federal por São Paulo nas eleições de 2022. Esta é a quarta eleição consecutiva em que Datena se apresenta como potencial candidato.

A declaração ocorreu ao vivo após provocação do apresentador Fausto Silva, que esteve no Brasil Urgente para divulgar sua estreia na Band. Fausto afirmou que estava no programa para saber se Datena seria candidato. Em resposta, Datena disse: "Vou, vou. Ser candidato ao Senado. Eu não posso falar mais nada porque senão me ferram, mas isso [candidatura ao Senado] com certeza, isso eu cravei."

Fausto declarou apoio ao amigo: "Olha esse aqui. Não sei quanto tempo ele fica lá, porque ele não é de hipocrisia. Conchavo não é com ele". O apoio facilitou a confissão de Datena que disse ter recebido uma "rasteira para presidência da República". O apresentador do Brasil Urgente contou que recebeu orientação para divulgar sua candidatura à Presidência, mas, depois, o seu então partido, o PSL, iniciou um projeto de fusão com o DEM que, segundo Datena, acabou o prejudicando.

O desentendimento exposto por Datena começou em julho de 2021, quando o apresentador começou a declarar publicamente sua pré-candidatura à Presidência da República pelo PSL, partido no qual estava filiado na época. Segundo Datena, a sua candidatura era decisão de Luciano Bivar, presidente do partido. Entretanto, em outubro de 2021, a fusão do PSL com DEM fez com que o apresentador perdesse espaço no partido.

Datena se filiou ao PSD de Gilberto Kassab em novembro do mesmo ano. Na época, o desenho do partido era ter o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) como candidato ao governo de São Paulo, com Márcio França (PSB) como vice, e Datena como senador.

Datena tenta lançar sua carreira política há seis anos. A primeira tentativa foi nas eleições de 2016, quando o apresentador pensou em disputar a prefeitura de São Paulo pelo PP. Entretanto, após o surgimento de denúncias de corrupção envolvendo o partido, Datena voltou atrás.

Nas eleições seguintes, em 2018, Datena chegou a confirmar em entrevista, inclusive ao Estadão, que iria se lançar como candidato por São Paulo a uma vaga no Senado pelo DEM, mas desistiu novamente. Segundo o próprio apresentador, a decisão foi tomada após conversar com sua família, que o teria pressionado a desistir do "sonho".

Em 2020, Datena foi cotado como vice-prefeito de São Paulo na chapa de reeleição de Bruno Covas (PSDB). Na época, ao declarar a desistência, ele afirmou que optou por ouvir a emissora Band e continuar como apresentador durante a pandemia de covid-19, quando "a Band precisava de seus apresentadores mais experientes". Ele também afirmou que o sonho de entrar para a política aconteceria em 2022.

Campo obrigatório