Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Bruno Pereira é velado em Pernambuco em meio a homenagem de indígenas

Bruno, que trabalhava em defesa dos povos indígenas, foi assassinado ao lado do jornalista britânico Dom Phillips no início deste mês

Bruno Pereira é velado em Pernambuco em meio a homenagem de indígenas
Notícias ao Minuto Brasil

17:15 - 24/06/22 por Estadao Conteudo

Brasil Crime

O corpo do indigenista Bruno Pereira é velado nesta sexta-feira, 24, no cemitério Morada da Paz, em Paulista, região metropolitana de Recife, em cerimônia aberta ao público e marcada por homenagens feitas por indígenas. Representantes de duas das etnias mais importantes de Pernambuco, Pankararu e Xukuru, viajaram de cidades próximas para acompanhar a solenidade e homenageá-lo. Bruno, que trabalhava em defesa dos povos indígenas, em especial na Amazônia, na região do Vale do Javari, foi assassinado ao lado do jornalista britânico Dom Phillips no início deste mês.

Os indígenas aproveitaram as homenagens para fazer um apelo por justiça e segurança, uma vez que Bruno Pereira foi morto por atuar na tentativa de proteger esses povos. Segundo a família de Bruno, rituais de passagem foram feitos em todo o País em memória do indigenista. O velório teve a presença dos caciques Sarapó Pankararu, da terra indígena de Brejo dos Padres (PE), e Marcelo Pankararu, da terra indígena de Entre Serras (PE). Já os indígenas da etnia Xukuru viajaram da cidade de Pesqueira (PE), a cerca de 200 km da capital pernambucana.

A cunhada de Bruno, Thany Rufino, se emocionou ao ler uma nota em nome da família do indigenista. "A vida de Bruno foi de coragem, dedicação e fidelidade à causa dos indígenas. Ele tinha uma missão, iluminou sua causa e a levou para o mundo", afirmou Thany.

A família agradeceu a quem se empenhou nas buscas e torceu para que a dupla desaparecida fosse localizada. "Agora, estamos dedicados ao amor, ao perdão e à oração", completa a nota.

Leia a íntegra:

A família está se despedindo de Bruno com o coração cheio de gratidão por ter tido ele em nossas vidas. A vida de Bruno foi de coragem, dedicação e fidelidade à causa dos indígenas. Bruno tinha uma missão, iluminou sua causa e levou ela para o mundo. Nesse momento e durante toda a última semana, indígenas de todo o País fizeram rituais de passagem em homenagem a ele.

Agradecemos a todos. Aos familiares, amigos, indígenas e a todas as pessoas que oraram, buscaram, trabalharam, representaram Bruno, somos eternamente gratos. Que Deus em sua imensidão possa retribuir a todos e suas famílias. Agora, estamos dedicados ao amor, ao perdão e à oração.

Bruno será cremado em cerimônia reservada nesta sexta-feira, 24, às 15 horas.

Dom Phillips será sepultado no Rio

O jornalista Dom Phillips será velado neste domingo, 26, a partir das 9 horas no cemitério Parque da Colina, em Niterói (RJ). No local, também será lido um pronunciamento escrito pelos membros brasileiros e britânicos de sua família.

Campo obrigatório