Temer diz repudiar vandalismo em manifestação em Brasília

Para o peemedebista, o país não pode ser palco de episódios que "disseminam o medo e a intimidação"

© Reuters
Política GOVERNO 20:53 - 29/11/16 POR Folhapress

O presidente Michel Temer repudiou os episódios de "vandalismo" e "destruição" durante protesto na Esplanada dos Ministérios nesta terça-feira (29).

PUB

Em nota, ele ressaltou que a intolerância "não é forma democrática" e não pode ser "instrumento para pressionar" o Congresso Nacional.

"O governo sempre esteve aberto ao diálogo e defende o direito às reivindicações. Mas jamais transigirá com atos de destruição do patrimônio público e privado", disse.

O presidente também lamentou os ataques feitos a veículos de imprensa. Um carro de uma emissora de televisão chegou a ser depredado e jornalistas foram hostilizados.

A liberdade de imprensa é um valor central em nossa democracia. O presidente lembra que a mesma Constituição que garante a liberdade de manifestação, protege também a imprensa livre", afirmou.

Para o peemedebista, o país não pode ser palco de episódios que "disseminam o medo e a intimidação para as famílias e os cidadãos brasileiros". Com informações da Folhapress. 

Leia também: Avião com destino ao Ceará faz pouso forçado em Brasília

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X