Eike depõe na Lava Jato sobre relações com Cabral

Empresário foi convocado a prestar esclarecimentos sobre relações comerciais e políticas com o ex-governador do Rio

© Reuters
Política MPF 09:05 - 01/12/16 POR Notícias Ao Minuto

O empresário Eike Batista prestou o seu primeiro depoimento à Operação Lava Jato nesta última quarta-feira (30), na sede do Ministério Público Federal (MPF), no Rio de Janeiro.

PUB

Eike foi convocado a prestar esclarecimentos sobre relações comerciais e políticas com o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral Filho (PMDB) e a sua mulher, Adriana Ancelmo. O depoimento demorou cerca de uma hora.

De acordo com o Estadão, o MPF investiga um pagamento de R$ 1 milhão feito pela empresa EBX Holding ao escritório de advocacia da mulher de Cabral. No mandado de busca e apreensão realizado no escritório dela, não foram encontradas provas de prestação de serviços à empresa.

Na sua chegada ao MPF, Eike atendeu a um inusitado pedido de "selfie" e posou sorrindo ao lado de fã para uma foto enquanto entregava o documento de identificação na portaria do MPF.

"Sou amigo dele e já prestei alguns serviços com a minha empresa de eventos. Ele lembrou de mim. Marcamos um café. Acredito em sua inocência. Ele foi usado como bode expiatório por ser um empresário respeitado", escreveu Nasr ao postar a foto em seu perfil no Facebook.

Leia também: Renan Calheiros pode virar réu mais um vez nesta quinta-feira

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X