Líder do PSDB na Câmara ganha força para assumir lugar de Geddel

Escolha por Antônio Imbassay ajudaria a diminuir disputa na base aliada pela presidência da Câmara

© George Gianni/ Divulgação PSDB
Política Estratégia 15:59 - 01/12/16 POR Notícias Ao Minuto

Após o presidente do Senado, Renan Calheiros, declarar que quer uma maior participação do PSDB no governo do presidente Michel Temer, o nome do líder dos tucanos na Câmara, deputado Antônio Imbassay (BA), ganhou força para ser o novo ministro-chefe da Secretaria de Governo, após a saída do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

PUB

Segundo informações do blog do Camarotti, além do perfil habilidoso, Imbassay ajudaria a diminuir a disputa na base aliada pela presidência da Câmara, já que ele é apontado pelo PSDB como um dos cotados para disputar a eleição.

Apesar da simpatia pessoal do presidente Michel Temer por Imbassay, ainda há resistência ao nome do baiano na bancada do PMDB.

Na terça-feira (29), Renan já havia falado sobre a possibilidade de um tucano assumir o lugar de Geddel, alegando que esta seria uma oportunidade para "remodelar" a participação dos partidos no governo.

"Acho que o PSDB pode e deve assumir qualquer função do governo, e acho que essa oportunidade [a saída de Geddel] é, sobretudo, uma oportunidade para remodelar o governo do ponto de vista da participação dos partidos, programaticamente", disse o senador alagoano.

Leia também: Renan quer uma maior participação do PSDB no governo Temer

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X