Após lista de Fachin, PT quer lançar candidato ao Senado em 2018

Partido vê chances se eleger em São Paulo, onde nomes fortes para o Casa foram comprometidos pela delação da Odebrecht

© Reuters
Política Estratégia 05:30 - 20/04/17 POR Notícias Ao Minuto

O PT estuda lançar um candidato ao Senado no estado de São Paulo em 2018, após repercussão da delação da Odebrecht. Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o ex-prefeito Fernando Haddad e o vereador Eduardo Suplicy são cotados ao cargo.

PUB

A avaliação da legenda é a de que concorrentes fortes para o Senado em SP, como o senador Aloysio Nunes (PSDB), atual ministro das Relações Exteriores, e o de Marta (PDMB), foram desgastados após inclusão na lista de abertura de inquéritos elaborada pelo ministro Edson Fachin.

Ainda segundo o jornal, o governador de SP, Geraldo Alckmin (PSDB), já cogita concorrer ao Senado ao invés de tentar a eleição presidencial. No entanto, ele também é citado nas delações da empreiteira.

Com isso, o partido está reavaliando a estratégia de lançar candidatos apenas à Câmara dos Deputados na próxima eleição.

LEIA TAMBÉM: Lista sigilosa de Fachin inclui Lula e Cunha, diz jornal

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X