Senha de Geddel era 'passarinho está calmo?' para falar sobre Cunha

Joesley Batista detalhou interações com o ex-ministro, responsável por intermediar a comunicação entre o empresário e o presidente Temer

© DR
Política DELAÇÃO 15:51 - 19/05/17 POR Notícias Ao Minuto

O delator Joesley Batista, dono da JBS, detalhou em delação como se dava sua interação com o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

PUB

De acordo com o depoimento, Geddel passou a intermediar a comunicação entre o empresário e Michel Temer após a ascensão do peemdebista à presidência da República.

Joesley diz que eles usavam uma senha nas conversas entre os dois para falar sobre os pagamentos feitos ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). "E o passarinho? Está calmo?", seria o código para se referir ao deputado cassado. As informações são da coluna Radar On-Line, da revista Veja.

O empresário também disse ter informado Temer sobre um pagamento de R$ 5 milhões de propina a Cunha, após a prisão do ex-parlamentar.

LEIA TAMBÉM: PF interceptou conversas de Temer, Gilmar e Aécio

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X