Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2017
Tempo
24º
MIN 24º MÁX 24º

Edição

Forças Armadas se reúnem com Temer e afirmam que cumprirão Constituição

Comandantes se reuniram com Temer, durante cerca de 1 hora e meia, em encontro que também contou com a presença do ministro da Defesa, Raul Jungmann

Forças Armadas se reúnem com Temer e afirmam que cumprirão Constituição
Notícias ao Minuto Brasil

06:05 - 20/05/17 por Notícias Ao Minuto

Política Brasília

O presidente Michel Temer se reuniu ontem (19) com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e os comandantes das Forças Armadas para discutir “a conjuntura atual”. No encontro, que durou cerca de 1 hora e meia, falou-se do Exército, Marinha e Aeronáutica no contexto constitucional.

O encontro com Jungmann estava marcado para a parte da manhã na agenda de Temer, mas foi remarcada para às 17h. De manhã, Temer recebeu no Palácio do Jaburu a visita do advogado Antonio Cláudio Mariz, seu amigo pessoal.

Logo após o encontro, o Centro de Comunicação Social do Exército divulgou nota. O cuidado foi para evitar interpretações de que o encontro com Temer poderia ser um apoio ao presidente neste momento.

“Convocados pelo ministro da Defesa, os três comandantes de Força compareceram a uma audiência com o presidente da República, em que foi discutida a conjuntura atual. No encontro foi destacada a unidade de pensamento das Forças e a subordinação perene aos ditames constitucionais. O general Villas Bôas, Comandante do Exército, reafirma que a atuação da Força Terrestre tem por base os pilares da estabilidade, legalidade e legitimidade”, diz a nota. As informações são da Agência Brasil.

A Aeronáutica seguiu o mesmo procedimento. "Como de praxe em reuniões já realizadas entre esses atores, prevaleceram a unidade de pensamento e o estrito cumprimento das normas legais, características inerentes às Forças Armadas Brasileiras", diz a nota assinada pelo chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, brigadeiro Antonio Ramirez Lorenzo.

A Marinha reforçou o discurso, destacando que fora "convocada" pelo ministro da Defesa. Segundo o texto, foi "discutida a conjuntura atual e destacada a total subordinação das Forças aos ditames constitucionais".

Leia também: Joesley diz ter pago R$ 170 mi a grupo de Cunha e Temer por empréstimos

Campo obrigatório