Após condenação, Lula vai recorrer em liberdade

Moro chegou a cogitar ordenar prisão do ex-presidente, mas preferiu ser cauteloso

© Paulo Whitaker / Reuters
Política lava jato 15:11 - 12/07/17 POR Notícias Ao Minuto

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado nesta quarta-feira (12) a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do triplex no Guarujá (SP).

PUB

De acordo com informações do jornal O Globo, o ex-presidente está na sede do Instituto Lula, onde recebeu a notícia sobre a decisão do juiz Sergio Moro.

Na sentença, o magistrado afirma que poderia decretar prisão preventiva do ex-presidente em razão de seus comentários recentes sobre o processo, além dos depoimentos dos delatores Léo Pinheiro e Renato Duque de que o petista teria ordenado a destruição de provas.

+ Moro nega sentir 'satisfação pessoal' ao condenar Lula

"Aliando esse comportamento com os episódios de orientação a terceiros para destruição de provas, até caberia cogitar a decretação da prisão preventiva do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entretanto, considerando que a prisão cautelar de um ex-Presidente da República não deixa de envolver certos traumas, a prudência recomenda que se aguarde o julgamento pela Corte de Apelação antes de se extrair as consequências próprias da condenação. Assim, poderá o ex-Presidente Luiz apresentar a sua apelação em liberdade", decidiu o juiz.

Agora, cabe à segunda instância da Lava Jato, a defesa do ex-presidente deve recorrer ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde um grupo de desembargadores vai decidir se mantém a sentença ou se absolve Lula.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X