Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2017
Tempo
MIN 6º MÁX 6º

Edição

Bendine entrega a Moro 'provas' de que não ia fugir da Lava Jato

Bendine foi preso em regime temporário por cinco dias na quinta-feira

Bendine entrega a Moro 'provas' de que não ia fugir da Lava Jato
Notícias ao Minuto Brasil

14:31 - 31/07/17 por Estadao Conteudo

Política Investigação

Os advogados do ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine entregaram nesta segunda-feira, 31, ao juiz Sérgio Moro comprovantes de que pretendia retornar ao Brasil no dia 19 de agosto de uma viagem de férias com a família à Europa.

Bendine foi preso em regime temporário por cinco dias na quinta-feira, 27, na Operação Cobra, desdobramento da Lava Jato, por suspeita de recebimento de R$ 3 milhões em propinas da Odebrecth em troca de ajudar a empreiteira em negócios na estatal petrolífera - 'Cobra' é como Bendine era identificado na planilha de propinas da Odebrecht, segundo delatores da companhia.

Os investigadores descobriram que ele estava com viagem marcada para a sexta-feira, 28, com destino a Lisboa. Esse detalhe levou a Procuradoria da República a suspeitar que Bendine pretendia fugir do País.

No mesmo dia em que Bendine foi preso, seus advogados pediram ao juiz reconsideração da ordem de prisão temporária e exibiram cópia da passagem aérea de volta ao Brasil.

Para reforçar o argumento de que Bendine não tinha intenção de escapar, os criminalistas Pierpaolo Bottini e Cláudia Vara San Juan de Araujo, que representam o ex-presidente da Petrobras, juntaram aos autos da Operação Cobra as reservas em hoteis de quatro países, Portugal, Hungria, Áustria e República Tcheca.

"Note-se que há reservas para todo o período compreendido entre os dias 29 de julho a 18 de agosto, sendo que em 19 subsequente, pela manhã, retornaria ao Brasil via Portugal, conforme já devidamente comprovado, o que evidencia que o motivo da saída - temporária - de Aldemir Bendine do país era uma viagem de férias com a família, previamente organizada", sustentam os advogados.

"Dessa forma, incabíveis quaisquer conjecturas acerca de uma possível fuga, a despeito da existência de passagem de retorno". Com informações do Estadão Conteúdo. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório