Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Internautas usam piada de Chico Anysio sobre Doria para criticar tucano

Vídeo é usado para questionar distribuição de farinata à população carente e mostra quadro de programa humorístico que ironiza ideia do prefeito, nos anos 80, de transformar caatinga em atração turística

Internautas usam piada de Chico Anysio sobre Doria para criticar tucano
Notícias ao Minuto Brasil

17:05 - 24/10/17 por Notícias Ao Minuto

Política Viral

Depois da polêmica envolvendo a proposta do prefeito de São Paulo, João Doria, de distribuir a farinata - obtida a partir de alimentos que estejam próximos da data de vencimento e que serão descartados -, à população em situação de vulnerabilidade social, internautas resgataram outra ideia do tucano, quando ele ainda comandava a Embratur, nos anos de 1980, e que acabou virando piada.

À época, Doria sugeriu transformar a caatinga nordestina em atração turística. "A caatinga nordestina poderia ser um ponto de visitação turística e gerar uma fonte de renda para a população sofrida da área, respeitando as características culturais e humanas da população, sem exploração da miséria”, disse ele, de acordo com material públicado no O Globo, naqueles idos.

A declaração chegou a virar uma esquete no programa humorístico de Chico Anysio, e é este vídeo que está circulando nas redes sociais, em tom de crítica às ideias de João Doria. No quadro, a personagem Neide Taubaté, interpretada por Chico Anysio, entrevista Joana Doria Filha, feita pela atriz Arlete Salles.

Ela "se autointitula técnica mundial de turismo e acaba de chegar de um famoso congresso, onde as suas teorias foram unanimemente consideradas repugnantes.”

+ Planilha mostra R$ 1 milhão que teria sido pago pela JBS a Temer

“Se a sua casa for de mau gosto alguém a visitará?”, diz, sugerindo “aplicar as normas de decoração ao país”, conforme lembra o blog do Mauricio Stycer, no portal Uol.

Neide Taubaté observa: “Se não me engano, as suas teorias em como redecorar o Nordeste foram unanimemente rejeitadas”. E Joana Doria diz que as críticas vieram de uma minoria. “Uma escória comunista assexuada que não aceita que acarpetemos o sertão, que asfaltemos a caatinga.”

Sobre a farinata

Segundo a administração municipal, o produto tem qualidade nutricional e segurança de consumo garantidos. A produção será feita em parceria entre a prefeitura e o Instituto Plataforma Sinergia.

A Promotoria de Justiça de Direitos Humanos da capital instaurou, no último dia 19, um procedimento administrativo de acompanhamento de política pública destinado a obter informações sobre o granulado.

A Comissão de Saúde, Promoção Social, Trabalho e Mulher, da Câmara Municipal de São Paulo, também pediu esclarecimentos à prefeitura. A convocação de duas reuniões com representantes do Executivo municipal foram aprovadas pelo plenário.

Em nota, a prefeitura disse que o principal objetivo da política será a redução do desperdício de alimentos, por meio do incentivo de práticas de manejo eficiente. “A eventual distribuição do composto alimentar do programa denominado Alimento para Todos, no formato de farinata, será de atribuição, principalmente, dos serviços municipais de assistência social”.

Já a fundadora da Sinergia, Rosana Perrotti, explicou que a farinata é um composto feito com alimentos bons, e que são empregadas diversas técnicas para permitir o reaproveitamento. "Testamos todas as técnicas que chegaram a nós e conectamos todas elas de forma que qualquer alimento que entra, sai o mesmo, mas em formato de pó ou granulado”.

Ela, no entanto, segundo informações da Agência Brasil, não soube explicar quem produzirá o composto e como será a distribuição.

Campo obrigatório