Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Ministra que reclamou do salário de R$ 33 mil se diz 'preta e pobre'

Luislinda Valois (Direitos Humanos) falou em evento realizado no Rio de Janeiro

Ministra que reclamou do salário de R$ 33 mil se diz 'preta e pobre'
Notícias ao Minuto Brasil

15:21 - 13/11/17 por Notícias Ao Minuto

Política em evento

Durante o lançamento do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Rio de Janeiro, que inclui diversas ações em áreas como Justiça, educação, esporte e direitos humanos, nesta segunda-feira (13), a ministra Luislinda Valois disse que, "como mulher preta, pobre e da periferia", sabe o que é viver fora dos grandes centros.

Na semana retrasada, a titular da pasta dos Direitos Humanos ganhou as manchetes ao reclamar do fato de não poder acumular o salário integral do cargo, de R$ 30.934,70, com o de desembargadora aposentada, de R$ 30.471,10, que lhe renderiam R$ 61,4 mil mensais.

+ Após Lula perdoar 'golpistas', Dilma perdoa quem 'bateu panela'

Na solicitação para que recebesse os dois salários, que excederia o teto do funcionalismo, ela alegou que o trabalho executado sem a correspondente contrapartida "se assemelha ao trabalho escravo".

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório