Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Promotoria recolhe alimentos 'irregulares' em cela de Cabral

As promotoras Andrea Amin e Elisa Fraga consideraram que os alimentos contrariam as regras da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap)

Promotoria recolhe alimentos 'irregulares' em cela de Cabral
Notícias ao Minuto Brasil

21:30 - 24/11/17 por Folhapress

Política Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio apreendeu nesta sexta-feira (24) uma série de alimentos considerados irregulares na cela do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB). Foram recolhidos itens como iogurte, queijos, castanhas, frios diversos, bolinho de bacalhau acondicionados em tonéis usados como uma espécie de "cooler".

As promotoras Andrea Amin e Elisa Fraga consideraram que os alimentos contrariam as regras da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e entregaram os itens ao Instituto Carlos Éboli. De acordo com a promotoria, foram identificadas irregularidades nas celas de Cabral, da ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, da ex-governadora Rosinha Garotinho e do empresário Jacob Barata Filho.

+ Dodge pede ao Supremo condenação de Gleisi e reparação de R$ 4 milhões

As regras da Seap permitem que familiares levem duas sacolas em dias de visita (terça-feira e sábado) com frutas, alimentos cozidos, leite em pó em saco, biscoitos, bolos e doces em sacos transparentes. É proibida a entrada de gêneros alimentícios in natura.

Em vistoria realizada em junho, o MP identificou que a Seap estava permitindo a entrada de três sacolas, sem justificativa clara.

A Folha de S.Paulo publicou em setembro que os detentos da Lava Jato mantinham marmitas levadas por familiares no "cooler" adaptado e o requentavam com um aquecedor portátil em banho-maria. Com informações da Folhapress. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório