Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Deputados abastecem em posto de colega com verba da Câmara

Quatro dos oito deputados federais de Roraima gastaram R$ 70 mil da cota parlamentar do último mandato no posto de gasolina do deputado Abel Mesquita Jr até dezembro de 2017

Deputados abastecem em posto de colega com verba da Câmara
Notícias ao Minuto Brasil

07:13 - 16/02/18 por Notícias Ao Minuto

Política Dinheiro público

Deputados federais são flagrados usando verba da Câmara para abastecer em posto de gasolina de um colega de bancada. Como apurado pelo jornal Folha de S. Paulo, quatro dos oito deputados federais do estado de Roraima abastecem no posto Abel Galinha, do também deputado Abel Mesquita Jr. (DEM).

Ainda segundo a publicação, no último mandato, até dezembro de 2017, o grupo gastou R$ 70 mil da cota parlamentar no posto de gasolina, sendo que um deles, Shéridan Oliveira (PSDB), é responsável por R$ 50 mil do total.

Hiran Gonçalves (PP) gastou R$ 13 mil, Maria Helena (PSB), R$ 1.500 e Edio Lopes (PR), R$ 4.000. Os valores foram corrigidos pela inflação.

Como explica o texto, as normas da Câmara proíbem os parlamentares de usarem recursos públicos em empresas próprias ou de familiares. No entanto, nada é dito sobre situações como a de Roraima.

+ Justiça suspende interrogatório de Lula em ação sobre compra de caças

A Folha também apurou que o Abel Galinha é mais caro que a média dos postos de Boa Vista. Dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo) apontam que a média municipal no final de janeiro era de R$ 4,086, enquanto o estabelecimento de Mesquita cobrava R$ 4,10. Quando o repórter foi a um dos postos da rede, na avenida Ville Roy, no dia 17 de janeiro, havia uma placa com uma "promoção de gasolina comum" a R$ 4,20.

Atualmente, o dono do posto não abastece no seu próprio estabelecimento com verba pública. Quando era vereador, ele gastou R$ 80 mil da Câmara na rede, segundo o programa 'Fantástico' da TV Globo.

Mesquita não abastece em seu próprio posto, mas, quando era vereador, gastou R$ 80 mil da Câmara na rede, segundo o "Fantástico" (TV Globo). Em 2017, o deputado gastou R$ 42 mil em postos de combustível, que equivale a uma média mensal de R$ 3.500.

Órgãos do governo federal em Roraima também usam o posto do deputado.

Em nota, Shéridan afirmou que "nunca ultrapassou" o valor estipulado pela Câmara com gastos de combustível e alegou que o posto Abel Galinha "faz parte da maior rede de combustíveis do Estado, e é natural que seja o mais procurado".

Mesquita, Gonçalves, Maria Helena e Lopes não se pronunciaram.

Campo obrigatório