Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Vereador apontado no caso Marielle rebate: 'Sou um homem de bem'

Marcello Siciliano nega as acusações feitas à polícia por testemunha

Vereador apontado no caso Marielle rebate: 'Sou um homem de bem'
Notícias ao Minuto Brasil

22:10 - 08/05/18 por Notícias Ao Minuto

Política defesa

Após uma testemunha chave ter revelado, nesta terça-feira (8), o envolvimento do vereador Marcello Siciliano (PHS) no caso da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), o parlamentar voltou a se defender. Ele afirma que tudo não passa de "uma covardia".

"Sou um homem de bem, correto. Não sou safado. Não sou criminoso. Tenho família. Tenho quatro filhos, três netos. Todos estão me ligando, preocupados. A Marielle era minha amiga. E não faria isso (assassinar) nem com a Marielle, nem com ninguém", disse o vereador, segundo O Globo.

Siciliano ainda garante que a denúncia “é coisa plantada”: "O meu trabalho político deve estar incomodando. Sou um vereador atuante. Em um ano e meio de mandato, protocolei 4.500 ofícios em órgãos da prefeitura".

Ele confirmou que seu reduto é na Área de Planejamento 4 (AP4), que abrange Barra, Jacarepaguá, Recreio, Cidade de Deus, Vargens, entre outras regiões. Na AP-4, ele obteve 60% dos seus votos.

Vereador disse ainda que não conhece o ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, que, segundo a testemunha, teria se reunido com o político para falar sobre Marielle. Siciliano informou também que procurará, nesta quarta-feira (9), com seu advogado, a Divisão de Homicídios (DH) para buscar acesso ao depoimento da testemunha.

Leia também: Eleição não mudará Brasil, diz Joaquim Barbosa após desistir de disputa

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório