Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

PSDB acionará MP contra pesquisa divulgada por Márcio França

Tucano pedirá que Promotoria apure se houve crime eleitoral na aplicação do questionário e na divulgação do levantamento

PSDB acionará MP contra pesquisa divulgada por Márcio França
Notícias ao Minuto Brasil

20:33 - 06/06/18 por Folhapress

Política ELEIÇÕES

O PSDB irá representar no Ministério Público e no Ministério Público Eleitoral contra a divulgação de uma pesquisa eleitoral encomendada pelo PSB, partido do governador de São Paulo Márcio França, ao instituto Vertude.

A sondagem, divulgada na segunda (4), aponta que França estaria em segundo lugar na corrida pelo Palácio dos Bandeirantes, com 11,1% das intenções de voto. Nesse levantamento, João Doria (PSDB) lidera a preferência dos eleitores, com 18,2%. Paulo Skaf (MDB) aparece em terceiro lugar, com 8,4%.

Leia também: STF analisa quebra de sigilo telefônico de Temer após pedido da PF

A pesquisa ouviu 3.255 pessoas por telefone. Segundo o questionário disponível no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), cada entrevistado deveria teclar no telefone a resposta correspondente ao pré-candidato que preferia. A margem de erro da pesquisa é de 1,72%, segundo o instituto.

De acordo com o deputado estadual Marco Vinholi (PSDB), líder da bancada tucana na Assembleia Legislativa de São Paulo, o partido pedirá que a Promotoria apure se houve crime eleitoral na aplicação do questionário e na divulgação da pesquisa. 

Além disso, pedirá que se apure o contrato da Vertude com o governo estadual. Consta no Diário Oficial que a empresa mantém, desde fevereiro de 2018, contrato com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados para prestar serviços de pesquisa por "discagem e interação por meio de atendimento telefônico". O valor do serviço é de R$ 1,5 milhão. 

Vinholi diz que a denúncia apresentará "todos esses fatos para que se apure responsabilidades".

Na terça (5), a Justiça Eleitoral concedeu liminar proibindo a divulgação dessa pesquisa, também a pedido do PSDB. 

O juiz Afonso Celso da Silva concordou com a reclamação dos tucanos de que a apresentação dos candidatos no questionário não era "linear e homogênea".

"Aquele filiado ao Partido Socialista Brasileiro [Márcio França] é o único a não ter a agremiação partidária respectiva expressamente indicada. Também há referência à sua pessoa como o ocupante do cargo de governador do Estado de São Paulo, o que também, potencialmente, seria forma de diferenciá-lo dos demais, que nenhuma qualificação, exceto a partidária, receberam", escreve Silva no despacho.

Na divulgação da pesquisa, o diretor-executivo da Vertude, Ricardo Brasil, afirma que o objetivo da sondagem "foi construir um questionário que ajudasse o eleitor a identificar melhor os candidatos, principalmente o pré candidato Márcio França, ainda desconhecido por grande parte dos eleitores, qualificando-o como atual governador de São Paulo".

Procurado, Brasil não respondeu à reportagem até a publicação desta nota. O Palácio dos Bandeirantes afirma que não se pronunciará, pois é um assunto que não compete ao governo e, sim, ao partido. A Folha não conseguiu contato com o PSB. 

Segundo a última pesquisa Datafolha, divulgada em abril, Doria tem 29% das intenções de voto, Skaf, 20%, e Márcio França, 8%. Com informações da Folhapress. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório
Competição
Quer ganhar um
iPhone X no valor de R$ 7.799? Não, obrigado

Notícias ao Minuto
Inscreva-se agora e concorra ao
SMARTPHONE
Mais cobiçado do momento
Complete as 5 etapas para participar
Notícias ao Minuto