Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Por aliança, Ciro está disposto a pedir desculpas a partidários do DEM

O pedetista também confirmou que está prestes a fechar apoio do PSB

Por aliança, Ciro está disposto a pedir desculpas a partidários do DEM
Notícias ao Minuto Brasil

19:28 - 28/06/18 por Folhapress

Política Eleições 2018

Em busca de alianças, o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) afirmou nesta quinta-feira (28) que está disposto a pedir desculpas por ofensas que possa ter feito a partidários do DEM.

Na semana passada, Ciro chamou o vereador Fernando Holiday (DEM) de "capitãozinho do mato", que por sua vez disse que processará o ex-governador do Ceará.

"Falei ao [presidente nacional do DEM] ACM Neto: faça uma lista de quem você acha que eu preciso ligar, que eu ligo, sem problemas", afirmou Ciro.

Citando "humildade", "paciência" e "habilidade", o presidenciável disse também que pode pedir desculpas públicas ao secretário-geral do DEM, deputado Pauderney Avelino (AM), que o processa por injúria porque, em 2016, Ciro o chamou de "corretor de Fernando Henrique Cardoso" da compra de votos para a reeleição do ex-presidente.

+ Fachin libera para julgamento no plenário recurso de Lula contra prisão

O pré-candidato do PDT reafirmou que sua plataforma política não é compatível com a do Democratas, mas, alegando que nenhum partido terá mais do que 12% de representantes na Câmara, disse que é "preciso humildade para negociar com quem o Brasil eleger".

Conhecido por seu temperamento irritadiço, Ciro disse que nunca teve o objetivo de ofender ninguém, mas reconheceu que defende seus valores de maneira "muito afirmativa".

O comportamento do pedetista já é alvo de seus adversários na corrida presidencial. Em vídeo divulgado por Henrique Meirelles, a personalidade explosiva do pré-candidato é mostrada em uma cena em que ele grita que "Lula é um merda", em referência ao ex-presidente da República.

Sobre o episódio, Ciro se limitou a dizer que, nesses casos, há edição do conteúdo dos vídeos. "Isso tudo é picado", disse.

Além de ACM Neto, Ciro se reuniu nesta quinta com o deputado Paulinho da Força, presidente nacional da  Força Sindical e do Solidariedade -o partido tem Aldo Rebelo como pré-candidato, mas está aberto a alianças.

O pedetista também confirmou que está prestes a fechar apoio do PSB, que se tornou cobiçado após a desistência de Joaquim Barbosa à Presidência. 

"Estamos conversando com habilidade e delicadeza, mas estou animado", disse.

À tarde, Ciro foi o palestrante de um evento promovido pela empresa de investimentos XP, que teria pago aproximadamente R$ 30 mil ao pré-candidato.

Questionado se não seria controverso receber o pagamento em um contexto de pré-campanha, Ciro afirmou que não vê problema ético.

"Tenho que pagar o gim das crianças", brincou o ex-governador do Ceará. "Quando a candidatura for homologada, aí evidentemente eu suspendo [as palestras]".

Sobre as pesquisas de intenção de voto, que o mostram atrás de Jair Bolsonaro e Marina Silva, Ciro afirmou que elas fazem apenas um retrato do momento.

"A vida é um filme, não é retrato. Vamos esperar", disse. Com informações da Folhapress. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório