Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Haddad cancela ato em SP para driblar anúncio antecipado de candidatura

A pedido do ex-presidente Lula, Haddad vai prolongar sua estadia em Curitiba para fechar a estratégia da troca na chapa petista

Haddad cancela ato em SP para driblar anúncio antecipado de candidatura
Notícias ao Minuto Brasil

19:15 - 10/09/18 por Folhapress

Política Campanha

Vice na chapa do PT ao Planalto, Fernando Haddad cancelou sua participação em um ato em São Paulo nesta segunda-feira (10) para evitar sua aclamação antecipada como candidato.

A pedido do ex-presidente Lula, Haddad vai prolongar sua estadia em Curitiba para fechar a estratégia da troca na chapa petista, que deve acontecer nesta terça-feira (11) após reunião do comando do partido na capital paranaense.

O evento em São Paulo, marcado para a noite desta segunda, estava convocado sem o objetivo de promover a candidatura de Haddad. Mas, na véspera do prazo dado pela Justiça Eleitoral para a substituição de Lula, a expectativa era de que a militância ungisse o ex-prefeito como nome oficial do partido.

Diante dessa possibilidade, que, segundo dirigentes, atropelaria uma decisão da cúpula do partido, Haddad permanecerá em Curitiba fechando os detalhes para o anúncio previsto para esta terça.

Ainda há um impasse dentro do PT sobre a troca. Uma ala, ligada à presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann (PR), insiste na tese de que o ex-presidente tem chance de disputar a eleição, escorado na decisão da ONU e em recursos ainda pendentes no STF (Supremo Tribunal Federal).

+ Comitê da ONU reafirma decisão sobre candidatura de Lula

Esse grupo defende que a corda para a substituição de Lula seja esticada até 17 de setembro. 

A defesa do ex-presidente insistiu nesta segunda em aumentar o prazo para a substituição, com recursos no STF, mas os petistas estão céticos quanto à eficácia deles e já esperam a troca para esta terça.

Lula encomendou -e recebeu- uma série de carta de seus principais aliados com recomendações de como seria feita a indicação de Haddad.

Nesta segunda, o vice teve reuniões longas dentro da cela de Lula na qual discutiram o roteiro do anúncio.

Caso o STF conceda a liminar, ampliando o prazo para a troca para o dia 17 de setembro, o partido deve esperar para fazer a substituição, mas são poucos no partido os que acreditam nessa hipótese. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório