Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Defesa de Temer diz que indiciamento da PF é ilegal e pede anulação

Os advogados do presidente da República afirmam que a Polícia Federal não tem competência para realizar indiciamento de autoridades com foro privilegiado

Defesa de Temer diz que indiciamento da PF é ilegal e pede anulação
Notícias ao Minuto Brasil

18:28 - 17/10/18 por Notícias Ao Minuto

Política SUPREMO

A defesa de Michel Temer, representada pelos advogados Brian Alves Prado e Frederico Donati Barbosa, protocolou nesta quarta-feira (17), ao Supremo Tribunal Federal (STF), uma manifestação na qual afirma que a Polícia Federal (PF) não tem competência para realizar o indiciamento de autoridades com foro privilegiado e pediu a anulação do indiciamento contra o presidente da República pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

“Tendo em conta a usurpação da competência exclusiva desse Supremo Tribunal Federal, bem como a deletéria repercussão o ato visivelmente ilegal provoca na honorabilidade do Presidente da República, com reflexos inclusive na estabilidade da nação, requer-se a imediata decretação da nulidade do indiciamento imposto ao requerente”, diz o documento, cujo trecho foi divulgado pelo jornal “O Globo”.

+ Cabo Daciolo e Marco Feliciano batem boca na Câmara

Além disso, a defesa de Temer diz que “o sr. Presidente da República não praticou qualquer dos delitos que lhe foram atribuídos e que, seguramente, não há elementos suficientes para justificar a conclusão lá exposta”.

Leia também: Wagner Moura se posiciona sobre eleições: ‘Civilização contra barbárie’

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório