Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Terceiro ministério do DEM cria dificuldades para Maia na Câmara

Outros partidos têm achado grande demais o espaço dado ao partido e devem complicar intenção do deputado de permanecer à frente da Casa

Terceiro ministério do DEM cria dificuldades para Maia na Câmara
Notícias ao Minuto Brasil

08:41 - 21/11/18 por Folhapress

Política Articulação

A terceira pasta da Esplanada dada ao DEM no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) cria dificuldades para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), que pleiteia a reeleição em fevereiro.

Isso porque outros partidos têm achado grande demais o espaço dado ao partido. Nesta terça-feira (20), foi confirmado para a Saúde o deputado Luiz Henrique Mandetta (MS).

De acordo com a Folha de S.Paulo, líderes do PP, PRB e PR já haviam dado recado para Maia afirmando que caso o nome fosse confirmado, poderiam desembarcar da candidatura do deputado ao comando da Casa.

No PRB, o presidente do partido, Marcos Pereira, já avisou a aliados que passou recado a Maia dizendo que com a terceira pasta, acha difícil manter o apoio. A bancada será de 30 parlamentares na próxima legislatura.

+ PF investiga vídeos com ameaças de morte a Bolsonaro; assista

+ Moro quer 'descapitalizar' criminosos combatendo lavagem de dinheiro

Deputados de outras legendas que não necessariamente farão parte do governo Bolsonaro, mas poderiam dar votos a Maia, como o PSDB, também admitem que o número de ministérios dificulta suas pretensões.

Além disso, tem corrido entre os deputados piada dizendo que mesmo que o DEM tivesse ganhado a própria Presidência da República não teria tanto espaço na Esplanada.

Por outro lado, aliados de Maia afirmam que os nomes fazem parte de cota pessoal do presidente eleito, e não do partido, que quer manter a presidência da Casa.

A prática do novo governo de fazer convites a membros de partidos sem antes falar com a cúpula partidária tem sido recorrente.

No caso do DEM, o presidente ACM Neto foi avisado da escolha de Tereza Cristina (MS) para a Agricultura apenas depois de o convite ter sido aceito.

Ele deve se encontrar com Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil, nesta quarta-feira (21) em Brasília.

Parlamentares também têm ponderado que não há um nome de consenso que poderia abarcar os votos de Maia. Deputados como João Campos (PRB-GO) e Alceu Moreira (MDB-RS) contam com a simpatia do presidente eleito, mas sofrem resistência por parte dos colegas.

Enquanto isso, Maia articula sua recondução junto aos novatos. O presidente da Casa promoveu nesta terça (20) um jantar para parlamentares eleitos na residência oficial e tem se encontrado com novas bancadas, como a do Novo. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório