Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Covas chama de 'mimimi' crítica à reforma da previdência de SP

O prefeito de São Paulo discutiu com seguidores no Instagram

Covas chama de 'mimimi' crítica à reforma da previdência de SP
Notícias ao Minuto Brasil

09:32 - 23/12/18 por Folhapress

Política Prefeito

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), chamou de "mimimi" uma crítica ao seu posicionamento favorável à aprovação da reforma da previdência paulistana.

Em postagem no Instagram, Covas disse: "Grande vitória para a Cidade de SP! [...] Parabéns aos 33 corajosos que enfrentaram pressões corporativistas e aprovaram essa conquista para São Paulo! #SampaprevSIM #VereadoresSP #gestaobrunocovas".

Uma usuária da rede social respondeu na postagem: "VITÓRIA, VC CHAMA ROUBAR OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS ASSALARIADOS DE VITÓRIA? Vergonhoso seu comentário [...]".

Em resposta ao comentário, Covas postou: "mimimi".

Prioridade da gestão do prefeito, a proposta aprovada pelos vereadores na madrugada deste sábado (22) prevê aumentar a alíquota da contribuição dos servidores de 11% para 14% e estabelece um sistema de previdência complementar para quem ganha acima do teto de aposentadoria (R$ 5.645,80) do INSS.

+ Temer está com medo de ser preso após deixar o Planalto, diz colunista

A votação foi marcada por tumulto. Vereadores petistas, como Eduardo Suplicy (PT), intervieram para evitar que servidores fossem retirados por guardas do plenário.

Entre os 55 vereadores, 33 votaram favoravelmente e 16 se manifestaram contra. O projeto precisava de 28 votos para ser aprovado. Seis vereadores não compareceram à votação.

Os vereadores de oposição agora reconhecem que será difícil barrar a proposta na segunda votação, na quarta (26). Após isso, o projeto segue para a sanção de Covas. 

A previdência dos servidores paulistanos tem déficit estimado em R$ 6 bilhões, que cresce cerca de R$ 700 milhões anualmente. Quando assumiu a prefeitura, Covas afirmou que, caso a reforma não fosse feita, os impostos teriam que aumentar.

Na mesma postagem no Instagram, o prefeito também respondeu a outros comentários críticos.

"Vocês são uns hipócritas. Pra tirar direitos são uma beleza, engraçado que o [sic] direitos de vocês nunca diminui", disse outra usuária.  "Do aumento do salário da GCM que vocês tiveram essa semana você não agradece né !?", disse o prefeito, possivelmente referindo-se a uma das fotos recentes no perfil da usuária, no qual ela aparece com a farda da GCM (Guarda Civil Metropolitana).

Em outra resposta irônica a um comentário, o prefeito disse a um usuário: "parabéns pela educação. Sua mãe deve estar orgulhosa. ABS".

Pelo menos uma queixa não relacionada à reforma ganhou a atenção de Covas e um encaminhamento. Uma mãe de gêmeos reclamou que só conseguiu vagas em creches separadas para seus filhos. "Prefeito me ajude por favor. [...] Preciso muito das vagas. Mas juntos [sic].  Estou desesperada", escreveu a mulher.

Covas, então, copiou Alexandre Schneider, secretário municipal de Educação, na resposta, pedindo para que ele analisasse a situação.

Procurada, a assessoria do prefeito afirmou que não comentaria o caso. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório