Meteorologia

  • 13 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Lula será ouvido esta semana em inquérito sobre invasão de tríplex

Ex-presidente já estava preso quando o ato ocorreu, no ano passado, mas PF quer saber se discurso dele incentivou ocupação do imóvel pelo MTST

Lula será ouvido esta semana em inquérito sobre invasão de tríplex
Notícias ao Minuto Brasil

05:29 - 24/02/19 por Notícias Ao Minuto

Política Apuração

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será ouvido, na próxima terça-feira (26), dentro do inquérito que investiga a invasão do tríplex no Guarujá (SP), pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), no dia 16 de abril do ano passado.

O imóvel é alvo das investigações que levaram o petista à prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, condenado a 12 anos e um mês. De acordo com as investigações, o apartamento e a reforma foram feitos pela OAS em troca de favorecimentos à empreiteira por meio de contratos.

Ministro deve ser demitido caso comprovadas irregularidades, diz Mourão

+ PSDB livra Aécio e arquiva todos os pedidos de expulsão contra filiados

Apesar de a invasão ter ocorrido já depois da prisão de Lula, que ocupa uma das celas da superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba (PR) desde 7 de abril de 2018, a apuração quer saber se uma fala do ex-presidente, durante um de seus discursos, pode ter influenciado o grupo a ocupar o tríplex.

Na oportunidade, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o petista afirmou ter sido condenado por um “desgraçado de um apartamento que eu não tenho”. Ele ainda disse que já tinha pedido “para o Guilherme Boulos [líder do MTST] mandar o pessoal dele ocupar” o imóvel.

Se ficar comprovado que houve esbulho possessório, quando se invade “terreno ou edifício alheio”, os culpados podem pegar pena de até seis meses de detenção, além de multa.

Campo obrigatório