Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Doleiro diz que Paulo Preto usava parede falsa para guardar dinheiro

Imóvel na Zona Sul de São Paulo tinha um ateliê com um quadro grande, que escondia local onde eram guardadas notas

Doleiro diz que Paulo Preto usava parede falsa para guardar dinheiro
Notícias ao Minuto Brasil

08:35 - 25/02/19 por Notícias Ao Minuto

Política Delação

O doleiro Adir Assad relatou em delação premiada como eram feitas as transações com Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado como operador financeiro do PSDB. Segundo ele, até 15 malas com R$ 1,5 milhão foram retiradas de uma casa que seria do ex-diretor da Dersa.

Como publicado pela coluna da Mônica Bergamo, na "Folha de S. Paulo", Assad informou que o imóvel, que fica na Vila Nova Conceição, na Zona Sul de São Paulo, tinha uma edícula usada como ateliê de pintura. O local era acessado por uma escada a partir da garagem.

+ Bogotá: Mourão diz que Brasil vai optar por não intervir na Venezuela

Segundo Assad, a edícula tinha um quadro grande, que servia como uma parede falsa. "Um vão com prateleiras, onde Paulo deixava guardadas diversas malas, todas cheias de dinheiro".

A delação de Assad culminou na prisão de Paulo Preto, na última terça-feira (20). A defesa do doleiro disse que não vai se pronunciar até que possa avaliar todo o processo.

Campo obrigatório