Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2017
Tempo
MIN 9º MÁX 9º

Edição

Após acusação de estupro, Anonymous expõe 'podres' de Feliciano

Grupo revelou supostos desvios de verba pública, uso indevido de recursos governamentais e contratação de funcionários fantasmas

Após acusação de estupro, Anonymous 
expõe 'podres' de Feliciano
Notícias ao Minuto Brasil

00:14 - 06/08/16 por Notícias Ao Minuto

Tech denúncia

O grupo de hackers Anonymous expôs una série de acusações contra o deputado federal Marco Feliciano nesta sexta-feira (5), em meio a suspeitas de que o parlamentar tenha abusado sexualmente de uma jovem jornalista.

Por meio de links, o grupo aponta supostos desvios de verba pública, uso indevido de recursos governamentais e contratação de funcionários fantasmas.

Os ativistas afirmam que a família Bauer, que inclui um dos principais assessores do deputado, Talma Bauer, enriqueceu ilicitamente durante a gestão de Feliciano.

"Marco Feliciano foi eleito para sua primeira legislatura em 2010. Sua campanha custou R$ 226,3 mil (VEJA). Na lista de doações eleitorais, nove repasses foram feitos por integrantes da família Bauer, totalizando R$ 9 mil. Depois que o pastor ganhou a eleição, o policial civil de São Paulo Talma de Oliveira Bauer conseguiu o cargo de chefe de gabinete do parlamentar. Daniele Christina Bauer, parente do policial, ganhou emprego com salário de R$ 8.040", diz o texto.

Segundo informações da página de Facebook do grupo, o número de acessos ao conteúdo provocou queda da página durante a tarde de hoje. No entanto, link alternativos foram publicados para que os internautas pudessem acessar o dossiê.

LEIA TAMBÉM: Feliciano usou faca para forçar sexo com jornalista, aponta o B.O.

Feliciano diz que jovem fez 'falsa comunicação' sobre assédio sexual

Campo obrigatório