Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Chuva de estrelas cadentes vai iluminar a madrugada de domingo

O fenômeno previsto é o da entrada dos meteoros 'Perseidas' no planeta e terá maior evidência nas localidades mais ao norte do globo

Chuva de estrelas cadentes vai iluminar a madrugada de domingo
Notícias ao Minuto Brasil

10:51 - 12/08/17 por Estadao Conteudo

Tech espetáculo

Uma chuva de estrelas cadentes, os raios dourados que descem o céu e duram poucos segundos, poderá ser vista na madrugada deste sábado, 12, para domingo, 13. O fenômeno previsto é o da entrada dos meteoros 'Perseidas' no planeta e terá maior evidência nas localidades mais ao norte do globo.

No Brasil, quem estiver acordado nas regiões Norte e Nordeste verá mais nitidamente a chuva. A visão no Sudeste será menor, e mesmo assim dependerá do céu e horizonte limpo. O fenômeno deve acontecer entre 4 e 6 horas desta madrugada.

A causa da chuva de estrelas cadentes Perseidas é a passagem da Terra pela trajetória do cometa swift - tuttle. "Um cometa deixa pedacinhos, deixa meteoros por onde passa. Quando o planeta atravessa esse caminho, alguns meteoros entram na terra. O raio de luz, a estrela cadente, é sinônimo do meteoro se queimando devido a seu atrito com a atmosfera", explica Roberto Costa, professor de Astronomia da Universidade de São Paulo (USP).

Nesta madrugada, espera-se uma grande quantidade de meteoros. "Uma média de um por minuto", afirma Costa. Essa é a grande diferença em relação a outras épocas. "Todos os dias caem meteoros sobre a Terra, mas em intervalos muito longos, e quase imperceptíveis. Hoje haverá uma chuva de meteoros", diz o professor.

+ Novo balanço da Snap registra prejuízo de U$$ 443 milhões

Segundo Costa, no Brasil será um pouco difícil de ver. "Há um certo alarde sobre essa chuva porque nos informamos muito pelo noticiário do hemisfério norte, onde, desta vez, a visualização será expressivamente melhor que a do hemisfério sul", afirma.

O nome Perseidas está relacionado ao ponto de origem dos meteoros, que neste caso vêm do norte, da Constelação de Perseus. É exatamente por isso que a visualização da chuva é maior nas regiões mais ao norte do globo. Em outras épocas, os meteoros Orionídeas podem ser vistos na altura das estrelas Três Marias. Já os Leonídeas, quando caem sobre a Terra, são mais evidentes na direção nordeste do céu.

A chuva de meteoros não representa risco ao planeta porque eles são pequenos. Seria um problema apenas se esses meteoros não se dividissem e, com grande diâmetro, caíssem sobre a Terra. "Mas esse risco é praticamente irrelevante", diz Costa.

Escuro e limpo

Ainda que as Perseidas sejam menos evidentes no hemisfério sul, alguns truques podem ser usados para favorecer a aparição.

O professor da USP sugere que se procure um local com menos prédios e árvores, de onde se veja melhor o horizonte. Quanto mais escuro e mais limpo, melhor. A Lua não será uma aliada: em fase minguante, deve prejudicar um pouco a visão porque é outro ponto de luz no céu.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório