Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2017
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Terra está na mira de 16 estrelas; veja os riscos

A estrela Gliese 710, passará a 0,25 anos-luz de nós daqui 1,35 milhões de anos, mas ainda sim será um risco

Terra está na mira de 16 estrelas; veja os riscos
Notícias ao Minuto Brasil

06:23 - 04/09/17 por Notícias Ao Minuto

Tech nuvem de Oort

Uma hipótese que tem sido discutida e aceita por astrônomos é a de que o Sistema Solar seja rodeado por uma enorme e dispersa nuvem de pequenos pedregulhos gelados: a nuvem de Oort. Caso essa nuvem realmente exista, ela estará justamente no caminho da estrela Gliese 170 conforme ela se aproximar.

A estrela Gliese 710, passará a 0,25 anos-luz de nós daqui 1,35 milhões de anos. Em escala humana isso não seria uma preocupação, pois automaticamente pensamos em um possível choque, que não seria o caso.

Contudo, como mostrou a Superinteressante, com 60% da massa do Sol, a Gliese 710 exerce grande atração gravitacional. Mais do que o suficiente para alterar a rota dos asteroides da hipotética nuvem de Oort, lançando-os contra a parte mais interna do Sistema Solar (e aumentando muito, por tabela, as chances de que a Terra seja atingida).

+ Astronautas da Estação Espacial retornam à Terra; veja fotos do pouso

A Gliese 170 é a que passará mais perto, mas não é a única. Até a ainda distante data de sua chegada, 16 estrelas passarão a no mínimo 2 parsecs (6 anos-luz) da Terra. Essa distância, apesar de um pouco mais segura, já é suficiente para alterar a trajetória dos objetos da nuvem de Oort – o risco diminui, mas não passa.

A informação partiu do estudo feito por Coryn Bailer-Jones, pesquisador do Instituto Max Plank em Heidelberg, na Alemanha. Em um artigo publicado na última quinta (31), ele usa informações coletadas pelo telescópio espacial Gaia, da Agência Espacial Europeia (ESA), para fazer os cálculos mais precisos disponíveis sobre a futura aproximação de outros astros.

Campo obrigatório