Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Dicas para evitar golpes com reservas online de viagens

Hábitos simples podem fazer toda a diferença

Dicas para evitar golpes com reservas online de viagens
Notícias ao Minuto Brasil

18:14 - 16/01/19 por Notícias Ao Minuto

Tech Fique alerta

Muitas pessoas aproveitam as férias de janeiro para viajar com os amigos ou a família. Na internet é possível encontrar ofertas atrativas de última hora para quem busca por um meio de transporte ou estadias em hotéis e pousadas a custos acessíveis. Muitos fazem uso de apps em smartphones, para confirmar as reservas às vésperas da viagem.

A Avast (LSE: AVST), líder global em produtos de segurança digital, alerta que qualquer que seja o meio, é preciso ter cautela com as reservas online para não cair em golpes de cibercriminosos e, por fim, frustrar as férias de verão.

"A conveniência de comparar e comprar ofertas online, no horário e no local de escolha do usuário, tem se tornado uma prática constante dos consumidores, que estão cada vez mais digitais", diz André Munhoz, Country Manager para o Brasil da Avast.

+ AirPods estão sendo usados para espionar conversas

"É preciso estar atento, a falta de consciência do consumidor com relação à segurança online pode ser uma brecha para que a pessoa seja vítima de um golpe no universo digital. Qualquer vulnerabilidade pode se transformar em uma oportunidade para os cibercriminosos. Assim, a pessoa que está sonhando com uma viagem pode ser um potencial alvo, porque é improvável que, enquanto ela faz a reserva da sua estadia em um local paradisíaco, por exemplo, pense nos riscos cibernéticos que a sua reserva pode sofrer", destaca.

Munhoz lembra que a reserva requer o compartilhamento online de informações pessoais, incluindo dados bancários. "Para enfrentar a ação de cibercriminosos, é fundamental adotar alguns hábitos simples na internet que permitirão aos usuários evitar que os seus dados sejam comprometidos antes de uma viagem”, aponta. 

Desconfie de e-mails de phishing:

Um cibercriminoso monitora os principais eventos do ano e, portanto, pode enviar ofertas falsas e atraentes de viagens em altas temporadas, como o mês de janeiro. Por isso, qualquer email que não pareça ser legítimo deve ser tratado com muito cuidado. O ideal é não clicar nos links ou anexos enviados no e-mail, porque caso sejam maliciosos, um malware se instalará no dispositivo móvel do usuário e permitirá que os cibercriminosos roubem as suas informações pessoais, como credenciais de login do banco ou números do cartão de crédito.

A vítima também pode ser redirecionada para um site semelhante ao site oficial, onde pode ser convidada a "redefinir sua senha" ou fornecer seus dados pessoais para a "correção" de um erro em uma conta falsa. A atitude mais segura é acessar o site oficial da empresa em questão e contatá-la para descobrir se o e-mail recebido realmente é de uma fonte confiável. Assim a empresa poderá impedir o roubo dos dados e ainda avisar os clientes sobre a página falsa na internet, e da possível tentativa de fraude em andamento.

+ Vai viajar de carro? Então siga à risca estas recomendações

Use frases como senhas:

Use frases únicas e longas, com pelo menos 10 caracteres, para proteger cada uma de suas contas online. As frases devem ser facilmente lembradas, com quatro a cinco palavras. Uma ótima solução é usar uma ferramenta de gerenciamento de senhas, capaz de importar automaticamente todas as senhas armazenadas no seu navegador - assim, tudo o que você precisa fazer é apenas lembrar de uma senha segura, para acessar a sua ferramenta de gerenciamento de senhas.

Verifique a presença do "https" e do cadeado:

Na hora de pagar o transporte ou a estadia da viagem, verifique se o site possui o "https" e o cadeado na barra de endereço. Caso contrário, o consumidor não deve finalizar a compra, pois significa que o site não oferece criptografia ou não tem um certificado de autenticação emitido por uma autoridade confiável e, por isso, pode colocar em risco os seus dados sigilosos.

Adote a autenticação de dois fatores:

Permite configurar vários níveis de proteção, que dificultam o acesso às informações protegidas para evitar o acesso de uma pessoa não autorizada. Neste caso, o usuário receberá um código exclusivo no seu smartphone a cada pagamento e o informará no site para finalizar a transação. Assim, caso um cibercriminoso obtenha a senha do consumidor, ele não poderá ir longe porque não terá acesso a esse segundo código para aplicar o roubo.

Métodos de pagamentos seguros:

Qualquer transação financeira no universo online deve ser feita usando um cartão de crédito com proteção contra fraudes. Atualmente, a maioria dos cartões de crédito permite que a pessoa denuncie uma compra fraudulenta em um determinado prazo após encontrar o extravio no extrato bancário. Como alternativa, é possível usar serviços de pagamento online, como o PayPal, que evitam a inserção de dados bancários diretamente no site da empresa que oferece a oferta.

+ YouTube aprova medidas contra desafios virais perigosos

As fontes e as ferramentas online para quem é apaixonado por viagens são infinitas, assim como os recursos para que um cibercriminoso pratique um ataque no mundo digital. “Embora as pessoas saibam que a segurança online é importante, muitas delas continuam acreditando que os golpes ‘só acontecem com os outros’ e, por isso, não tomam as medidas necessárias para evitá-los. Não saber como proceder ou por onde começar, pode ser um grande obstáculo para aplicar boas práticas. A conscientização e a educação contínuas sobre práticas simples são essenciais. Ao final, elas se tornarão hábitos e permitirão que as pessoas organizem suas férias com tranquilidade, enquanto aproveitam a Internet com segurança o ano todo, não apenas nos períodos de férias",  finaliza Munhoz.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório