Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Senador Arolde de Oliveira morre em decorrência da covid-19

O senador tinha 83 anos e era engenheiro e economista.

Senador Arolde de Oliveira morre em decorrência da covid-19
Notícias ao Minuto Brasil

22:45 - 21/10/20 por Notícias ao Minuto Brasil

Política Arolde de Oliveira

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) morreu nesta quarta-feira (21) em decorrência de complicações decorrentes da covid-19. A informação foi divulgada pela família no Twitter do senador.

Segundo a postagem, Arolde de Olivera morreu "vítima de covid e como consequência a falência dos órgãos". O senador pegou a covid-19 em setembro e precisou ser internado no início de outubro.

O senador tinha 83 anos e era engenheiro e economista. Antes de se eleger senador pelo Rio de Janeiro, foi deputado federal por nove mandatos. Ele também foi secretário de Transportes do Rio de Janeiro durante entre 2002 e 2008, durante a gestão do prefeito César Maia.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, soltou uma nota de pesar pela morte de Arolde de Oliveira. Segundo a nota, Arolde de Oliveira trouxe ao Senado "a experiência legislativa, o supreendente porder de comunicação e o exemplo de sua conduta afetuosa e cordata."

"Um dia triste para esta Casa. Um dia triste para os seus eleitores, admiradores,

amigos e, especialmente, os seus familiares", diz Alcolumbre na nota.

Alcolumbre decretou luto oficial no Senado em homenagem à memória do senado Arolde de Oliveira.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, também emitiu nota de pesar:

“Hoje, 21/10, nos lares do Rio de Janeiro, há uma lágrima em cada olhar e em cada coração, um sentimento de saudade e tristeza. Perdemos o nosso senador Arolde Oliveira, que

honrou e dignificou os votos que recebeu em sua brilhante e imaculada carreira política. Foi

também deputado constituinte e secretário de transportes de nossa cidade, sempre com uma trajetória digna e honesta. Eu e minha família estamos orando para que Deus conforte seus familiares, amigos e admiradores. Amanhã, 22/10, será decretado luto oficial de três dias no município do Rio de Janeiro, em memória a este grande líder que partiu.”

Com informação: Agência Brasil

Campo obrigatório