Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Flávia Alessandra e outras artistas apoiam Klara Castanho

"Não posso nem imaginar a dor que você sentiu e está sentindo ainda. Sinta-se abraçada por mim e pela minha família", disse.

Flávia Alessandra e outras artistas apoiam Klara Castanho
Notícias ao Minuto Brasil

13:10 - 26/06/22 por Folhapress

Fama KLARA-CASTANHO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Flávia Alessandra define Klara Castanho, 21, como uma "menina doce e talentosa". Após a divulgação de uma carta aberta em que Klara contou ter sido vítima de um estupro e falou sobre o processo de adoção do bebê resultado da violência, Flávia fez uma declaração de amor e respeito à artista.


"Não posso nem imaginar a dor que você sentiu e está sentindo ainda. Sinta-se abraçada por mim e pela minha família", disse.


A carta de Klara foi divulgada depois que a apresentadora Antonia Fontenelle expôs a situação, sem revelar o nome da atriz.


"Não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que sofri", disse Klara.
Outras artistas famosas também prestaram solidariedade à atriz, que estreou na televisão aos 5 anos e logo chamou a atenção do público ao interpretar Rafaela, uma criança com traços de crueldade em "Viver a Vida", novela da Globo exibida entre 2009 e 2010.


"Filhota, você é muito especial e eu estarei sempre ao seu lado", declarou Paolla Oliveira. "Você é maior do que qualquer um ou uma que queira se promover ou promover o ódio com seu nome. Sinta-se acolhida. É o que importa sempre, focar no respeito, amor e justiça". Paolla interpretou a mãe de Klara na novela "Amor à Vida", de 2013.
Apesar de ter enviado uma mensagem privada, a atriz Taís Araújo decidiu prestar solidariedade publicamente a Klara. "A violência que sofreu e sua dor tornaram-se públicas sem que fosse desejo seu, sem que fosse garantido o seu direito à privacidade", disse. "Te conheço desde criança, conheço sua mãe, sua família e tenho muito respeito e amor por vocês".


Taís pediu para Klara se cuidar e se preservar e dedicou amor e respeito à jovem atriz.


Atriz e roteirista, Suzana Pires revelou sentir raiva da exposição sofrida por Klara. "É muito cruel ser mulher num país tão hostil à nossa existência, às nossas escolhas", disse. "Nunca foi sobre defender a vida, mas sobre regular nossos corpos".


Camila Pitanga lamentou a violência que Klara passou e agora revive. "Estou aqui para você. Muito amor a você".


Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, afirmou que não consegue imaginar a dor da atriz e pediu para ela não se culpar por nada. "Você não está sozinha, me solidarizo com o que precisar. Nem que seja um apoio e palavras de acolhimento", disse a influenciadora de maquiagem e moda.


A atriz e apresentadora Giovanna Ewbank chamou de absurdo o que aconteceu com Klara. "Quanta dor, quanta violência. Estou triste demais. Só você sabe o que tem passado com tudo isso", afirmou.


Em sua carta aberta, Klara revelou que, após o parto, foi procurada por dois colunistas que sabiam parcialmente da história e não divulgaram nada na ocasião.


"Mas apenas o fato deles saberem mostra que os profissionais que deveriam ter me protegido em um momento de extrema dor e vulnerabilidade, que têm a obrigação legal de respeitar o sigilo da entrega, não foram éticos, nem tiveram respeito por mim e nem pela criança", escreveu.


A atriz contou que agora recebe o amparo da família e cuida de sua saúde mental e física.


"Entregar uma criança em adoção não é um crime, é um ato supremo de cuidado. Eu vou tentar me reconstruir e conto com a compreensão de vocês para me ajudar a manter a privacidade que o momento exige", finalizou.

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório