Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Afinal, o que é e o que faz a Nvidia, a empresa mais valiosa do mundo?

Empresa tem crescido exponencialmente nos últimos 18 meses, impulsionada pelo investimento na inteligência artificial

Afinal, o que é e o que faz a Nvidia, a empresa mais valiosa do mundo?
Notícias ao Minuto Brasil

06:25 - 21/06/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Tech Nvidia

A Nvidia se tornou, esta semana, a empresa mais valiosa do mundo, alcançando uma capitalização de mercado de US$ 3,34 trilhões. Mas o que faz essa empresa de tecnologia tão especial? E por que ela é a detentora da ação mais transacionada em Wall Street?

A empresa dos chips poderosos

Sediada em Santa Clara, na Califórnia, a Nvidia se beneficiou fortemente do crescimento do ChatGPT, a plataforma de inteligência artificial da OpenAI. Seus populares e poderosos microchips são a combinação perfeita para essa ferramenta inovadora.

Fundada em 1993, a Nvidia se destacou por uma decisão estratégica: ao invés de se concentrar em CPUs (unidades centrais de processamento), como a Microsoft, Intel ou AMD, a empresa optou por se especializar em GPUs (unidades de processamento gráfico). As GPUs são mais eficientes na renderização de imagens, tornando-as ferramentas essenciais para gamers e entusiastas de conteúdo audiovisual.

Ascensão impulsionada por pandemia e inteligência artificial

Inicialmente, as GPUs eram usadas principalmente para jogos e conteúdos audiovisuais. No entanto, com sua capacidade de realizar cálculos simultâneos de forma muito mais rápida que CPUs tradicionais, elas abriram um leque de novas possibilidades.

A pandemia da Covid-19 em 2020 acelerou a ascensão da Nvidia. A demanda por data centers baseados em cloud computing e o crescente interesse por videogames durante os lockdowns impulsionaram as vendas da empresa.

Em seguida, veio a "explosão" da inteligência artificial (IA), impulsionada pela OpenAI. A Nvidia, com seu ecossistema completo de software e hardware, estava perfeitamente posicionada para se tornar a fornecedora de microchips preferida para as empresas que buscavam alto poder de processamento para seus projetos de IA, segundo a NBC News.

"Acreditávamos que algo novo surgiria, e o resto foi questão de sorte. Não foi uma previsão, mas sim a aposta na computação acelerada", disse Jensen Huang, cofundador e CEO da Nvidia, nascido em Taiwan.

Dominando o mercado de GPUs

De acordo com a NBC News, praticamente todas as grandes empresas de tecnologia, como Amazon, Google, Meta, Microsoft e Oracle, já utilizaram os chips da Nvidia em algum momento. A consultora Jon Peddie Research revelou que a Nvidia produziu 88% das GPUs autônomas entregues globalmente no primeiro trimestre de 2024, demonstrando sua enorme dominância no setor.

As ações da empresa subiram cerca de 180% até agora este ano, enquanto as ações da Microsoft, por exemplo, registraram um aumento de apenas 19% no mesmo período, segundo o jornal The Guardian.

Leia Também: Estressado? Saiba as 10 músicas mais ouvidas no Spotify para descontrair

Campo obrigatório