Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Polícia investiga morte de influencer baleado durante ação da PM no Rio

Mateus Ferreira era morador da comunidade de Muzem e atuava como influenciador digital

Polícia investiga morte de influencer baleado durante ação da PM no Rio
Notícias ao Minuto Brasil

10:00 - 24/06/24 por Folhapress

Justiça Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a morte de um jovem de 22 anos durante uma ação da Polícia Militar na Muzema, na zona oeste da cidade, na noite de sexta-feira (21).

Mateus Ferreira era morador da comunidade e atuava como influenciador digital. A família afirma que ele não tinha relação com crimes.

O corpo do influenciador foi enterrado neste domingo (23) no cemitério do Pechincha, em Jacarepaguá.

De acordo com moradores, policiais faziam uma operação na região no momento em que Mateus foi baleado. Inicialmente a PM afirmou, nas redes sociais, que os agentes foram atacados durante um patrulhamento e reagiram.

Em nota divulgada neste domingo, a corporação disse que PMs da Subsecretaria de Inteligência faziam uma ação para o cumprimento de um mandado de busca na Muzema quando foram atacados com disparos de armas de fogo por cerca de dez criminosos, na localidade conhecida como Dona Dalva.

"Houve confronto no local e foi solicitado apoio ao efetivo do Bope (Batalhão de Operações Especiais)", afirmou a PM.

A corporação disse ainda que quatro homens foram feridos, sendo um deles encontrado dentro de um apartamento -este último tinha um mandado de prisão em aberto.

Segundo a PM, os feridos foram socorridos e levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas dois morreram.

Ainda não se sabe se Mateus está entre os baleados registrados pela PM, uma vez que a corporação não identificou as vítimas. Após ser atingido, o influencer foi levado para o hospital Lourenço Jorge, mas não resistiu aos ferimentos.

Os policiais dizem ter apreendido três fuzis, granadas, munição e drogas na ação.

Durante toda a noite de sexta houve relatos de intenso tiroteio na região, alvo frequente de disputas territoriais entre criminosos rivais.

Após a morte de Mateus, moradores fizeram um protesto na região da Tijuquinha. Um ônibus foi sequestrado e usado como barricada.

Com mais de 70 mil seguidores na internet, Mateus compartilhava fotos e vídeos pilotando motos. O jovem havia completado 22 anos na última quarta (19).

A Polícia Civil afirma que está investigando a morte de Mateus e de um segundo homem ainda não identificado. Os policiais envolvidos já foram ouvidos, e as armas deles apreendidas e encaminhadas para a perícia.

Campo obrigatório