Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Thiago Brennand deixa isolamento em Tremembé e passa a conviver com demais presos

Brennand tem três condenações que somam 20 anos e dois meses de prisão em regime fechado por crimes sexuais e agressão física

Thiago Brennand deixa isolamento em Tremembé e passa a conviver com demais presos
Notícias ao Minuto Brasil

10:48 - 08/07/24 por Folhapress

Justiça THIAGO-BRENNAND

(FOLHAPRESS) - O empresário Thiago Brennand, 43, que foi transferido para o Complexo Penitenciário de Tremembé, no interior de São Paulo, no dia 26 de junho, passou por um período de isolamento e agora está em convívio com os demais presos.

De acordo com informações da Secretaria de Administração Penitenciária, ele encerrou o regime de observação na sexta-feira (5) e está em cela do pavilhão habitacional. Antes de Tremembé, Brennand estava preso preventivamente no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.

A transferência do CDP de Pinheiros para Tremembé foi um pedido da defesa de Brennand, que foi autorizado pela Justiça. Tremembé é conhecido como o "presídio dos famosos". Para lá são levados os presos que correm risco em penitenciárias comuns por causa da atenção que receberam no noticiário.

O ex-jogador Robinho, Fernando Sastre, Alexandre Nardoni, Cristian Cravinhos, Gil Rugai e o médico Roger Abdelmassih são nomes que já passaram pelo local ou estão lá até hoje.

Ronnie Lessa, ex-policial militar e réu confesso pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018, foi transferido no último dia 20 para o mesmo complexo.

Brennand tem três condenações que somam 20 anos e dois meses de prisão em regime fechado por crimes sexuais e agressão física.
A última condenação foi em janeiro, a mais oito anos de prisão em um dos processos a que responde sob acusação de estupro.

A ação está em segredo de Justiça, e cabe recurso. A vítima é uma massoterapeuta que acusou o empresário de crime sexual em março de 2022. Segundo ela, Brennand teria forçado uma relação sem camisinha. Brennand sempre negou as acusações.

No total, ele responde a nove processos criminais. Foi condenado em três e fez acordo em outros dois.

Antes da sentença de janeiro, Brennand já havia recebido pena de dez anos e seis meses por estupro de uma mulher americana em Porto Feliz (cidade a 90 km de São Paulo); e de um ano e oito meses, mais indenização, no caso que envolve Alliny Helena Gomes, modelo agredida em uma academia de luxo na capital paulista.

ENTENDA O CASO

Brennand ficou conhecido após o vídeo em que ele agredia Alliny Helena Gomes, divulgado pela TV Globo.

Após a repercussão do caso, uma dezena de mulheres denunciaram o empresário por violência sexual, inclusive estupro. Por vídeos publicados nas redes sociais, ele sempre negou as acusações.

Em setembro de 2022, Brennand viajou para os Emirados Árabes Unidos horas antes de ser denunciado pelo Ministério Público por ter agredido a modelo. Ele foi extraditado de volta ao Brasil em abril do ano passado.

Campo obrigatório