Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Polícia investiga assassinato de pré-candidata a vereadora e filho no RJ

Nega Juh e Alexander de Souza Gomes foram mortos a tiros na noite de sábado

Polícia investiga assassinato de pré-candidata a vereadora e filho no RJ
Notícias ao Minuto Brasil

05:10 - 17/06/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Justiça Nova Iguaçu

No último sábado, dia 15 de junho, a pré-candidata a vereadora de Nova Iguaçu, Juliana Lira de Souza Silva, conhecida como Nega Juh, de 44 anos, e seu filho, Alexander de Souza Gomes, de 27 anos, foram brutalmente assassinados a tiros. O crime ocorreu na Rua Alexandrina, no bairro de São Benedito.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do 20º BPM (Mesquita) foi acionada para atender a ocorrência de homicídio. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram as vítimas já sem vida e com marcas de disparos de arma de fogo. A área do crime foi preservada para a realização da perícia técnica.

A investigação do caso está sob a responsabilidade da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Até o momento, não há informações sobre a autoria do crime ou a motivação para o assassinato.

A morte de Nega Juh e Alexander gerou comoção na comunidade de Nova Iguaçu. Diversas autoridades locais, incluindo o Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Dr. Deodalto, prestaram homenagens às vítimas nas redes sociais.

“Com muita tristeza pela trágica notícia, presto minha homenagem à minha grande amiga, Nega Juh, e ao seu filho, que nos deixaram de forma tão brutal. Negah Ju sempre foi minha parceira, uma guerreira incansável que dedicou sua vida ao serviço da comunidade. Agradeço por tudo que fizeram por mim e por tantos outros. Que a memória e o legado de vocês permaneçam vivos em nossos corações. Descansem em paz, queridos amigos”, postou Deodato no Instagram.

O velório e sepultamento de Juliana e Alexander ocorreram na tarde de domingo, dia 16, no Cemitério de Nova Iguaçu.

Leia Também: 'Hoje não recebi mensagem dele de bom dia', diz mãe de jovem assassinado em SP

Campo obrigatório