Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

O que muda com o novo Ensino Médio aprovado pelo Senado?

O texto ainda precisa passar pela Câmara dos Deputados para análise e possíveis alterações

O que muda com o novo Ensino Médio aprovado pelo Senado?
Notícias ao Minuto Brasil

05:20 - 21/06/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Brasil Ensino Médio

O projeto de lei que revisa o Novo Ensino Médio, implementado em 2017, foi aprovado em votação simbólica no Senado no dia 19 de junho de 2024. Apesar da aprovação, o texto ainda precisa passar pela Câmara dos Deputados para análise e possíveis alterações.

As principais mudanças propostas:

Aumento da carga horária das disciplinas tradicionais:

A proposta aumenta de 1.800 para 2.400 horas o tempo máximo dedicado às disciplinas obrigatórias da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), como matemática, química, física, biologia, história, geografia, português e inglês.

Redução da carga horária para formação técnica e profissional: De 1.200 para 800 horas, a carga horária destinada à formação técnica e profissional será menor.

Mudanças nos itinerários formativos: Os itinerários formativos, que antes eram obrigatórios, agora serão opcionais e terão carga horária reduzida. A ideia é que sejam um aprofundamento da formação geral, permitindo que os alunos explorem áreas de interesse dentro das disciplinas tradicionais ou de forma interdisciplinar.

O que dizem os especialistas:

Professores: A maioria dos professores do Ensino Médio apoia a mudança, pois acreditam que a maior carga horária para as disciplinas tradicionais permitirá um melhor aprendizado dos conteúdos básicos.

Especialistas: Alguns especialistas em educação defendem que a reforma ainda precisa de mais ajustes para garantir sua efetividade, como a definição de um currículo mais flexível e a valorização da formação dos professores.

Impacto no Enem:

A expectativa é que a reforma traga mudanças no Enem, com maior peso para as disciplinas tradicionais. Isso significa que os alunos terão mais tempo para se preparar para o exame e para adquirir as habilidades necessárias para o ingresso na educação superior.

O que ainda está por vir:

O projeto de lei ainda precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados. Se aprovado, as mudanças entrarão em vigor a partir de 2025.

Leia Também: Novo ensino médio: comissão do Senado aprova projeto de lei; veja mudanças

Campo obrigatório