Meteorologia

  • 08 MARçO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Presidente da Caixa diz que banco terá foco total na venda de fatias de subsidiárias

O plano é que parte das vendas seja feita por meio de oferta inicial de ações na Bolsa (IPO, na sigla em inglês)

Presidente da Caixa diz que banco terá foco total na venda de fatias de subsidiárias
Notícias ao Minuto Brasil

07:49 - 27/01/21 por Folhapress

Economia CAIXA-NEGÓCIOS

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta terça-feira (26) que pretende retomar operações voltadas ao mercado e ter foco total na venda de fatias de subsidiárias.

O banco pretende vender um percentual de cinco áreas –seguridade, cartões, gestão de recursos (asset), loterias e banco digital.

Este último é um ativo que a Caixa ainda pretende criar, reunindo o patrimônio formado a partir dos serviços prestados pelo aplicativo Caixa Tem e por milhões de contas criadas para o pagamento do auxílio emergencial.

O plano é que parte das vendas seja feita por meio de oferta inicial de ações na Bolsa (IPO, na sigla em inglês). "Nós queremos retomar as operações de mercado de capitais. É um foco total da Caixa realizar os IPOs, inclusive do banco digital", afirmou em evento do banco Credit Suisse.

Leia Também: Ata do Copom leva bancos a antecipar início de alta da Selic

Ele disse que o banco já se desfez de R$ 56 bilhões em ativos desde 2019, por meio de venda de participações (como ações da Petrobras e do Banco do Brasil detidas anteriormente pela Caixa) ou de devoluções de empréstimos ao Tesouro Nacional.

Mais R$ 10 bilhões em IHCD (Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida) serão devolvidos em 2021 à União, segundo ele. A medida contribui para diminuir o endividamento público.

Para Guimarães, as aberturas de capital são um legado a ser deixado para a instituição. Ele entende que a presença de diferentes acionistas tende a melhorar a governança da empresa por meio de cobranças por decisões mais acertadas.
Parte das operações vem sendo alvo de tentativas desde 2019, mas a Caixa tem postergado os planos diante das condições ruins do mercado. Está nessa situação a Caixa Seguridade.

Segundo Guimarães, no entanto, hoje a Caixa já identificou uma demanda total que supera a oferta até agora para a controlada. Por isso, disse que a operação deve ocorrer. "Não faremos [a venda] sem uma precificação correta. Agora, não existe mais dúvida na Caixa Seguridade", disse.

Ele afirmou ainda esperar crescimento superior a 15% no crédito imobiliário em 2021 e que os valores de janeiro já apontam para uma tendência de expansão em relação ao ano passado.

O executivo disse ainda que o banco quer manter agências em todas as cidades com mais de 40 mil habitantes e fechar em locais sem número suficiente de clientes. Neste mês, o Banco do Brasil anunciou um plano de reestruturação que incluía o fechamento de mais de 100 agências que gerou insatisfação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia Também: Candidatos no Congresso querem auxílio dentro do teto

Campo obrigatório