Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Reforma da Previdência restringe o pagamento de abono salarial

Em mensagem encaminhada ao Congresso, o governo argumenta que a restrição tem o "objetivo de melhorar a eficiência dos programas de transferência de renda"

Reforma da Previdência restringe o pagamento de abono salarial
Notícias ao Minuto Brasil

20:34 - 20/02/19 por Folhapress

Economia Mudanças

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A PEC (proposta de emenda à Constituição) da reforma da Previdência também restringe o pagamento de abono salarial, benefício concedido a trabalhadores de baixa renda e com carteira assinada.

Atualmente, tem direito a receber o abono quem ganha até dois salários mínimos.

De acordo com a proposta enviada pelo governo, esse benefício será restrito a quem tiver remuneração de até um salário mínimo, cujo valor atual é de R$ 998.

Em mensagem encaminhada ao Congresso, o governo argumenta que a restrição tem o "objetivo de melhorar a eficiência dos programas de transferência de renda".

Leia também: Guedes: impacto da reforma da Previdência não pode ser menos de R$1 tri

+ Governo propõe idades mínimas de 65 anos para homem e 62 para mulheres

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório