Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Mancini critica postura corintiana e falta de ajuda mútua: 'Jogamos muito abaixo'

O treinador detonou a falta de empenho de alguns jogadores na marcação, a forma desordenada de atacar e a falta de competitividade

Mancini critica postura corintiana e falta de ajuda mútua: 'Jogamos muito abaixo'
Notícias ao Minuto Brasil

04:56 - 19/10/20 por Estadao Conteudo

Esporte Corinthians

Vagner Mancini não gostou nada da postura corintiana na dura derrota para o Flamengo, por 5 a 1, e disparou críticas para todos os lados. O treinador detonou a falta de empenho de alguns jogadores na marcação, a forma desordenada de atacar e a falta de competitividade.

"Hoje, nós vimos uma diferença muito grande. Vou tentar ser o mais sincero possível: o Flamengo jogou de uma forma que nós já sabíamos. Mas o Corinthians atuou de uma forma muito abaixo", admitiu o técnico.

Mancini não gostou nada da apresentação apática de sua equipe. Para ele, nada deu certo na Neo Química Arena. "Jogar diante de um time que foi campeão brasileiro e da Libertadores ano passado, por si só, exige um cuidado especial. E fomos muito abaixo do que todos nós esperávamos. Em alguma parte a equipe até competiu, mas na maior parte não foi competitiva como a gente quer que seja", desabafou.

"Diante desse quadro, vi um Corinthians que poderia ajustar mais, chegar mais, marcar mais de perto para diminuir essa distância que todos nós sabemos que existe: técnica, tática e emocional", discursou.

Mancini ficou irritado pelos jogadores da frente não auxiliarem e se esforçarem na marcação. Sem citar nomes, deixou no ar que nove jogaram e outros dois só "assistiram", o que considerou inadmissível.

"O Corinthians, pela sua história e pelo momento em que vive, tem de marcar com os 11. Vi que há distância grande das linhas. Muitas vezes estávamos com menos dois. Isso acaba acarretando num desgaste de quem está mais atrás", declarou.

O venezuelano Otero, substituído no segundo tempo, seria um dos "acomodados". "Vi coisas que me chamaram atenção. O aspecto físico foi uma delas, o tático também. Faltam ajustes, as peças têm de se ajustar coletivamente. Ninguém mais vive num futebol de marcação individual."

Para Mancini, o adversário que quiser marcar um gol no Corinthians terá de suar muito. Não como fez o Flamengo, com extrema facilidade. "Vi um início bem equilibrado, mas na segunda etapa em 10 minutos quase havíamos sido liquidados por ter levado dois gol de forma simples. Para tomarmos um gol, o adversário tem de fazer um esforço para isso, não do jeito que vi", analisou.

Ele ainda reclamou da maneira como o time tentou buscar a reação após o Flamengo abrir 3 a 0. "Quis atacar de forma desordenada. Não podemos permitir isso, pois está dando chance aí adversário", afirmou o treinador. "Não pode se lançar de uma forma desajustada ao ataque. Precisamos de um setor defensivo bem ajustado também. Temos de fazer ajustes mais rapidamente."

O Corinthians encara o Vasco na quarta-feira, fora de casa, pelo Brasileirão. E Mancini pode mexer bastante no time. Somente a dois pontos da zona de rebaixamento, a equipe terá de pontuar no Rio.

Transmissões ao vivo dos jogos dos principais times do Brasileirão!

Veja resultados, notícias, entrevistas, fotos, vídeos e os bastidores do mundo do esporte

Obrigado por ter ativado as notificações do Esporte ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório