Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Crime chocante: Ex-policial mata e esconde a cabeça da esposa

Jorge, um ex-policial de 53 anos, tirou a própria vida no fim de semana passado depois de ter assassinado e decapitado sua esposa, Soledad, de 65 anos, na residência da família

Crime chocante: Ex-policial mata e esconde a cabeça da esposa
Notícias ao Minuto Brasil

06:54 - 19/06/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Espanha

Um crime chocante contra uma mulher está abalando a Espanha. A Guardia Civil encontrou nesta segunda-feira um casal sem vida, vítima de violência, dentro de uma casa na cidade de Soto del Real, em Madrid.

Jorge, um ex-policial de 53 anos, tirou a própria vida no fim de semana passado depois de ter assassinado e decapitado sua esposa, Soledad, de 65 anos, na residência da família.

De acordo com o jornal El Mundo, foi a filha da vítima que acionou o alerta, pois a mãe não atendia suas chamadas há dois dias. Ela avisou a tia e irmã de Soledad, que foram até a casa, mas não receberam resposta. Finalmente, contataram a Guardia Civil, que entrou na casa através de uma janela. Dentro da residência, descobriram o corpo da mulher na garagem e, em um cômodo do primeiro andar, encontraram o corpo do homem junto a uma espingarda. Acredita-se que estivessem mortos há cerca de 48 horas.

Os investigadores do Grupo de Homicídios da Guardia Civil revelaram que o homem matou a mulher a tiros e posteriormente a decapitou na garagem da residência. Poucas horas depois, ele cometeu suicídio com uma espingarda.

O agressor utilizou um machado e uma serra para decapitar sua companheira após tê-la assassinado a tiros. A cabeça da vítima não foi encontrada na casa, levando a Guardia Civil a iniciar uma busca nos arredores do local do crime.

O casal, que estava em processo de separação, não tinha histórico prévio de violência doméstica registrado. Soledad, a vítima do assassinato, era aposentada e havia trabalhado como funcionária pública na Universidade Autônoma de Madrid. Pessoas próximas a ela relataram ao El Mundo que seu relacionamento com o companheiro era turbulento e que ela passava a maior parte do tempo com as filhas, que moravam fora da Espanha.

Jorge era uma figura conhecida na vila onde viviam. Vizinhos descreveram-no como alguém que tinha um ginásio improvisado no sótão de sua casa, onde treinava diariamente, e que também era adepto de longas caminhadas. "Ele era muito convencido e arrogante, mas nunca imaginei que pudesse fazer algo tão terrível", disse um conhecido ao El Mundo.

Leia Também: No Brasil, 62 jovens são assassinados por dia; veja onde os crimes são mais frequentes

Campo obrigatório