Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Ghosn, ex-Nissan, tem febre alta na cadeia no Japão

Pela legislação do Japão, um suspeito pode ficar preso até 20 dias sob o argumento de não atrapalhar as investigações

Ghosn, ex-Nissan, tem febre alta na cadeia no Japão
Notícias ao Minuto Brasil

18:21 - 10/01/19 por Folhapress

Mundo doente

Os advogados de Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan, foram impedidos de visitá-lo no centro de detenção em Tóquio nesta quinta-feira (10), sob a alegação de que ele estaria doente.

Segundo a família, o executivo teria sido diagnosticado com febre alta. Ghosn sofre de pressão alta e perdeu muito peso na prisão. Ele está detido desde 19 de novembro, acusado de esconder parte de sua renda do fisco japonês para pagar menos impostos.

"As autoridades japonesas se recusam as nos dizer se ele foi transferido para uma enfermaria, nem nos deixam falar com os médicos do centro de detenção. Estou suplicando que nos forneçam qualquer informação sobre a saúde do meu marido", afirmou, por meio de um comunicado, Carole Ghosn, esposa do executivo.

Os diplomatas também não estão sendo autorizados a visitar Ghosn, que ainda preside a francesa Renault. Ele tem cidadanias brasileira, francesa e libanesa.

+ Trump cancela ida ao Fórum Econômico Mundial e culpa oposição

Nesta sexta-feira (11), está marcada nova audiência de fiança do caso. Informações extraoficiais, no entanto, são de que a promotoria japonesa prepara outra acusação para mantê-lo na cadeia.

Pela legislação do Japão, um suspeito pode ficar preso até 20 dias sob o argumento de não atrapalhar as investigações. Se houver nova acusação, o tempo começa a contar novamente. As prisões demoram tanto que os suspeitos acabam confessando, o que gera alta taxa de condenação.

A detenção de Ghosn já foi renovada uma vez, mas ele continua sustentando sua inocência. O executivo alega que foi preso para evitar a fusão definitiva entre as montadoras Nissan e Renault. O caso atraiu atenção internacional. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório