Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Facebook pagou 4,2 mil milhões para "proteger" Zuckerberg de escândalo

O valor foi pago para evitar que o CEO fosse nomeado ou forçado a prestar depoimento na queixa da Federal Trade Comission (FTC) relacionada com o escândalo da Cambridge Analytica.

Facebook pagou 4,2 mil milhões para "proteger" Zuckerberg de escândalo
Notícias ao Minuto Brasil

13:37 - 25/09/21 por Notícias ao Minuto Brasil

Tech Cambridge Analytica

A Facebook pagou quatro bilhões de dólares à FTC para proteger Mark Zuckerberg de ser processado individualmente pela agência norte-americana no âmbito do escândalo da Cambridge Analytica, diz um grupo de acionistas num processo que foi tornado público nesta terça-feira.

Estes 4,2 bilhões foram pagos adicionalmente aos 90,3 milhões de dólares de um acordo estabelecido neste caso porque a Facebook não alertou os seus investidores sobre a recolha de dados da Cambridge Analytica.

“Zuckerberg, Sandberg, e outros diretores da Facebook concordaram em autorizar o acordo de milhares de milhões de dólares com a FTC como um ‘quid pro quo’ expresso para proteger Zuckerberg de ser nomeado na queixa da FTC, ser responsabilizado pessoalmente, ou até ser obrigado a prestar um depoimento”, aponta o processo do grupo de acionistas da empresa.

Na introdução deste processo, os acionistas argumentam que “Zuckerberg encheu metodicamente a administração de amigos, compinchas e funcionários”. “Quando diretores reúnem a coragem de enfrentá-lo ou falar, Zuckerberg afasta-os”, acrescentam os acionistas.

“Sem surpresa, a administração nunca fez um controle sério à autoridade sem restrições de Zuckerberg. Em vez disso, habilitou-o, defendeu-o, e pagou bilhões de dólares dos cofres da Facebook para livrá-lo dos seus problemas”, pode ler-se ainda no processo dos acionistas.

Campo obrigatório