Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Constelações de satélites devem fornecer internet barata a todos

Nanossatélites leves já estão sendo lançados para a missão

Constelações de satélites devem fornecer internet barata a todos
Notícias ao Minuto Brasil

15:37 - 23/02/18 por Notícias Ao Minuto

Tech direto do espaço

Cerca de quatro bilhões de pessoas no mundo não têm acesso à internet por variados motivos. Para que esta lacuna seja preenchida, há empresas que planejam o lançamento de constelações de satélites ao espaço que devem suprir estas populações ainda digitalmente excluídas com serviços de voz e dados a baixo custo.

Como conta o Globo, a Sky and Space Global lançou seus três primeiros nanossatélites em junho do ano passado. Três meses depois, realizou a primeira chamada telefônica usando a tecnologia. O objetivo da companhia é criar uma pequena frota com 200 nanossatélites em órbita equatorial até 2020, oferecendo cobertura para três bilhões de pessoas.

De acordo com a publicação, os nanossatélites da Sky and Space Global medem apenas 10 cm x 10 cm x 30 cm e pesam menos de 10 quilos, contra 6 toneladas de um satélite de comunicação tradicional. Eles ainda são menores no tamanho e nos custos de fabricação, lançamento e operação.

Notícias ao Minuto

+ Torre de lançamento de foguetes da NASA de US$ 1 bi está se curvando

"Ao todo, nossa constelação custa apenas US$ 150 milhões. Isso é menos do que um único satélite de comunicações padrão. É isso o que queremos dizer quando falamos de uma tecnologia disruptiva", explicou à BBC o ex-piloto israelense Meir Moalem, diretor executivo da Sky and Space Global. "Serviços móveis com preços acessíveis são críticos para o desenvolvimento econômico e social de muitos países", completou.

Outras empresas também estão investindo pesado no setor. A SpaceX lançou dois protótipos do projeto Starlink na quinta-feira (22). O objetivo da empresa é reunir cerca de 12 mil satélites, que devem oferecer sinal de internet rápida para o mundo todo.

Os satélites da SpaceX pesam até 500 kg. Espera-se que os primeiros sinais de comunicação sejam enviados a estações em terra já nesta sexta-feira (23).

"Este sistema, se bem-sucedido, poderá fornecer a pessoas em regiões com densidade populacional de baixa a moderada em todo o mundo acesso a serviços de internet de alta velocidade a preços acessíveis, incluindo muitos que nunca tiveram acesso à internet antes", explicou o engenheiro da SpaceX Tom Praderio em coletiva após os lançamentos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório