Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Médica é suspeita de dar laudos falsos de câncer no Paraná

A Polícia realizou uma operação de busca e apreensão na casa da médica. A ação ocorreu em Pato Branco, no interior do estado, região em que ela atuava, no dia 23 de fevereiro.

Médica é suspeita de dar laudos falsos de câncer no Paraná
Notícias ao Minuto Brasil

07:55 - 04/03/24 por Guilherme Fabricio Bernardo

Brasil Pato Branco

A Polícia Civil do Paraná instaurou inquérito para investigar o caso da médica dermatologista Carolina Biscaia, suspeita de emitir laudos falsos de câncer de pele para os pacientes.

A Polícia realizou uma operação de busca e apreensão na casa da médica. A ação ocorreu em Pato Branco, no interior do estado, região em que ela atuava, no dia 23 de fevereiro.

De acordo com o site UOL, no local foram apreendidos laudos médicos para averiguar sua veracidade, além de computadores, celulares e outros documentos.

Carolina Biscaia passou a ser investigada depois que pelo menos nove pessoas procuraram a polícia para denunciar a médica. As vítimas relataram que, após consulta dermatológica com Biscaia, ela analisava pintas e manchas e sugeria a possibilidade de células cancerígenas e recolhia material para exame.

Os pacientes então quando retornavam para buscar os resultados, eram informados pela médica de que os exames apresentavam resultados de um suposto câncer de pele. Biscaia então recomendava procedimentos cirúrgicos para a retirada de manchas e pintas, pequenas intervenções cirúrgicas que custavam entre R$ 3 mil e R$ 5 mil, e eram realizados no consultório dela.

Uma das pacientes foi até o laboratório, pedir acesso ao resultado do exame realizado e constatar diagnóstico diferente daquele feito pela dermatologista no consultório. Em seguida, a vítima registrou boletim de ocorrência. Ainda segundo a polícia, o laboratório que realizava os exames, que não teve o nome divulgado, também processou a médica.

Ainda de acordo com o site UOL, caso sejam comprovadas as suspeitas, a médica poderá responder por estelionato e lesão corporal. As penas podem chegar a seis anos de detenção.

A clínica em que Carolina Biscaia atua negou as acusações e disse que ela vai processar todos que a acusarem desses crimes. "A acusação sobre a Dra. Carol, infelizmente, é uma acusação infundada. Tudo vai ser esclarecido e todas essas pessoas que estão a acusando cruelmente serão processados pelas acusações contra ela".

Leia Também: Entenda regras do TSE para uso de inteligência artificial nas eleições

Campo obrigatório