Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Hotéis para pets oferecem suítes privativas, adestramento e até piscina

Hospedagens têm até piscina para aulas de natação e brincadeiras como cabo de guerra

Hotéis para pets oferecem suítes privativas, adestramento e até piscina
Notícias ao Minuto Brasil

17:54 - 13/01/19 por Folhapress

Brasil NEGÓCIOS

Janeiro é o mês em que muitas famílias brasileiras aproveitam para viajar e descansar em algum resort ou aproveitar mesmo uma praia ou uma piscina. O cenário é o de para vários brasileiros que juntaram dinheiro para curtir as férias, mas também pode ser o de muitos animais de estimação, que cada vez mais são considerados como membros da família, para alguns até como seus filhos. 

Alguns hotéis de cachorros têm investido tanto em seus espaços e atividades que se tornaram irresistíveis aos pets e a seus donos. Há estabelecimentos que oferecem jogos, brincadeiras e até adestramento, com treinamentos básicos diários.

Outras hospedagens têm até piscina para aulas de natação, e brincadeiras como cabo de guerra. É o caso do House Dog, hotel na Granja Viana (Grande SP), que hospeda cães, gatos, aves e roedores em suítes individuais de quatro metros quadrados.

Ricardo Alves, o atual proprietário do lugar, é adestrador há 15 anos e diz que o negócio começou aos poucos, ao abrigar alguns pets de clientes. "Hoje tenho um espaço comprado, com estrutura totalmente pensada nos animais, na segurança e no conforto deles."

Os animais do House Dog passam o dia com instrutores e, às 20h, voltam para suas suítes. "O principal é que eles tenham uma hospedagem agradável e voltem para a casa felizes", diz Alves, que confirma que o suporte acontece o dia inteiro. "Eu moro dentro do local, então fico 24 horas por dia. E tem o monitoramento interno, com câmeras e babá eletrônica."

+ Saiba custo de arma e licença após decreto de Bolsonaro

Para maior tranquilidade dos donos dos pets, alguns hotéis como Dog's Ville, em Moema, oferecem testes de um dia -se o animal se adaptar, pode ficar por lá.

Muitas pessoas têm medo do bicho não se adaptar com a presença de animais diferentes dele. Ricardo Alves explica que consegue identificar quando o animal é mais introvertido, briguento ou fraco. "Separamos eles por grupos e fazemos as solturas em momentos diferentes", diz. Ele conta que a quantidade de animais diferentes é grande, e que recebeu 45 animais apenas no feriado de Natal de 2017.

Há quem opte também por outros meios de abrigo para o animal de estimação. A estudante Fernanda Yumi prefere deixar o cão aos cuidados de um familiar, por conta de um mais amplo disponível para o pet. "Sempre deixo meu cão com o meu avô. Lá, ele não fica preso e ainda tem a cachorra da casa como companhia.

Antes de dar férias ao animal, é preciso tomar alguns cuidados. A veterinária Vanessa Carlini afirma que é importante ter a vermifugação do pet em dia, e verificar se ele está indo para o hotel com algum machucado. "Dá para medir a credibilidade do hotel por se ele pede ou não um atestado do veterinário, dizendo que o animal está saudável, e a carteira de vacinação, para saber se está em dia", alerta.

No House Dog, por exemplo, Ricardo Alves afirma que todo o cachorro recebe uma triagem antes de se hospedar. "Se encontrarmos algum problema, protelamos ou cancelamos a hospedagem. Exigimos todas as vacinas em dia, com carteira para comprovação, e o animal tem que estar saudável. Aqui, nós damos o vermífugo."

Vanessa Carlini, que tem um pastor alemão em casa, diz gostar de visitar o hotel antes de definir se deixará seu cão por lá. "Gosto de conhecer tanto a higiene do local, quanto o tratamento que eles dão. Vale até ficar um tempo por lá para acompanhar isso."

Uma dica é ficar atento à limpeza do local, e tomar cuidado com aqueles que tiverem forte cheiro de urina ou fezes de animais espalhadas. Vanessa diz ainda que hotéis com câmeras instaladas ganham mais a sua confiança, e que no Vila dos Pets, na Vila Guilherme (zona norte), hotel onde costuma deixar seu cão, costuma receber até fotos de seu cão enquanto viaja.

"Também acho importante levar para o hotel a própria ração, para que não deem qualquer uma. Pode-se fazer uma pequena mochila com a alimentação, brinquedos e cobertores, coisas para que o animal lembre-se de seu dono e sua casa", completa a veterinária. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório