Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Massa salarial alcança patamar recorde no trimestre até fevereiro, afirma IBGE

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Massa salarial alcança patamar recorde no trimestre até fevereiro, afirma IBGE
Notícias ao Minuto Brasil

17:48 - 28/03/24 por Estadao Conteudo

Economia Trabalhadores

A massa de salários em circulação na economia aumentou em R$ 19,285 bilhões no período de um ano, para o nível recorde de R$ 307,226 bilhões, uma alta de 6,7% no trimestre encerrado em fevereiro de 2024 ante o trimestre terminado em fevereiro de 2023. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o trimestre terminado em novembro de 2023, a massa de renda real subiu 0,9% no trimestre terminado em fevereiro, R$ 2,879 bilhões a mais.

Houve leve recuo no número de trabalhadores ocupados, mas aumento no rendimento obtido por quem estava trabalhando.

O rendimento médio dos trabalhadores ocupados teve uma alta real de 1,1% na comparação com o trimestre até novembro de 2023, R$ 34 a mais, para R$ 3.110.

Em relação ao trimestre encerrado em fevereiro de 2023, a renda média real de todos os trabalhadores ocupados subiu 4,3%, R$ 128 a mais.

A renda nominal, ou seja, antes que seja descontada a inflação no período, cresceu 2,5% no trimestre terminado em fevereiro ante o trimestre encerrado em novembro. Já na comparação com o trimestre terminado em fevereiro de 2023, houve elevação de 9,0% na renda média nominal.

Segundo Adriana Beringuy, coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, a renda real do trabalhador cresceu puxada pela expansão do emprego formal, que tem remuneração mais elevada que ocupações informais. "O trabalho formal vem crescendo por meio da carteira assinada", lembrou Beringuy.

Campo obrigatório