Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ministério da Gestão adia concurso com 200 vagas por causa das chuvas no RS

A pasta anunciou que o prazo das inscrições foi estendido até 20 de junho

Ministério da Gestão adia concurso com 200 vagas por causa das chuvas no RS
Notícias ao Minuto Brasil

15:48 - 21/05/24 por Folhapress

Economia Concursos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O concurso temporário para o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos teve as inscrições prorrogadas e mudou a data da prova em virtude das enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul no final de abril.

A pasta anunciou que o prazo das inscrições foi estendido até 20 de junho. Originalmente, o período para se candidatar seria encerrado nessa segunda-feira (20). Em virtude dessa medida, a data da prova também foi alterada, indo de 30 de junho para 4 de agosto.

O concurso vai contratar 200 profissionais com ensino superior em diversas áreas. A remuneração inicial é de R$ 8.300, com direito a auxílio-alimentação, que foi reajustado para R$ 1.000 no final de abril.

"Neste momento trágico vivido pela população do Rio Grande do Sul, temos de igualar as oportunidades para todas as pessoas que têm interesse de participar, visto que teremos prova em Porto Alegre", afirmou o secretário de Governo Digital, Rogério Mascarenhas.

A inscrição custa R$ 60 e deve ser feita no site do Instituto AOCP, que organiza o processo seletivo. O endereço é este: https://www.institutoaocp.org.br/

Serão 200 vagas para especialistas em áreas de tecnologia, logística e gestão, que estão divididas da seguinte forma com 20% para candidatos negros e 5% para deficientes:

  • 45 vagas para especialista em gestão de processos (sendo 34 de ampla concorrência, 9 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 40 vagas para especialista em desenvolvimento de software (sendo 30 de ampla concorrência, 8 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 35 vagas para especialista em ciência de dados (sendo 26 de ampla concorrência, 7 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 30 vagas para especialista em análise de processo de negócios (sendo 22 de ampla concorrência, 6 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 20 vagas para especialista em segurança da informação e proteção de dados (sendo 15 de ampla concorrência, 4 para candidatos negros e 1 para candidato com deficiência);
  • 15 vagas para especialista em UX - experiência do usuário (sendo 11 de ampla concorrência, 3 para candidatos negros e 1 para candidato com deficiência);
  • 15 vagas para especialista em infraestrutura de TI - tecnologia da informação (sendo 11 de ampla concorrência, 3 para candidatos negros e 1 para candidato com deficiência);
  • 45 vagas para especialista em gestão de processos (sendo 34 de ampla concorrência, 9 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 40 vagas para especialista em desenvolvimento de software (sendo 30 de ampla concorrência, 8 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 35 vagas para especialista em ciência de dados (sendo 26 de ampla concorrência, 7 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
    30 vagas para especialista em análise de processo de negócios (sendo 22 de ampla concorrência, 6 para candidatos negros e 2 para candidatos com deficiência);
  • 20 vagas para especialista em segurança da informação e proteção de dados (sendo 15 de ampla concorrência, 4 para candidatos negros e 1 para candidato com deficiência);
  • 15 vagas para especialista em UX - experiência do usuário (sendo 11 de ampla concorrência, 3 para candidatos negros e 1 para candidato com deficiência);
  • 15 vagas para especialista em infraestrutura de TI - tecnologia da informação (sendo 11 de ampla concorrência, 3 para candidatos negros e 1 para candidato com deficiência).

A carga horária é de 40 horas semanais e o candidato precisa ter ensino superior completo para concorrer.

Em algumas áreas, é exigido título de mestre ou doutor, e também experiência profissional de pelo menos cinco anos.

O processo seletivo terá uma prova com 70 questões de múltipla escolha, sendo cinco de português, cinco de raciocínio lógico, cinco de direito administrativo, cinco de gestão no setor público, cinco de governo digital e 45 de conhecimentos específicos.

Para os candidatos a especialista em gestão de projetos, haverá uma mudança. Eles responderão dez questões de governo digital, em vez de 5 de governo digital e 5 de gestão no setor público.

O edital prevê que a prova seja em todas as capitais do país. Ainda pode haver a inclusão de outras cidades, dependendo do número de inscritos.

O gabarito do teste será divulgado no primeiro dia útil seguinte ao da prova, mas ainda não há data prevista para o anúncio do resultado oficial. Os aprovados passarão ainda por uma prova de títulos, certificações e experiência profissional, que definirá os selecionados.

O concurso terá validade de quatro anos, sendo prorrogável por mais quatro anos.

Campo obrigatório