Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

INSS libera consulta a 2ª parcela do 13º

A consulta é feita no aplicativo ou site Meu INSS.

INSS libera consulta a 2ª parcela do 13º
Notícias ao Minuto Brasil

11:12 - 23/05/24 por Folhapress

Economia DÉCIMO-TERCEIRO

(FOLHAPRESS) - Aposentados, pensionistas e demais beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) já podem consultar o pagamento da segunda parcela do 13º. A consulta é feita no aplicativo ou site Meu INSS.

É possível saber a data de pagamento e o valor a ser depositado pela Previdência Social. Nesta segunda parcela, há desconto do Imposto de Renda para quem está obrigado a pagar o tributo.

Neste ano, no entanto, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) isentou do IR quem ganha até dois salários mínimos.

Ao todo, 33,6 milhões de segurados devem receber a renda. A gratificação natalina é liberada junto com o benefício mensal. Recebem primeiro os segurados cujo valor do benefício é de um salário mínimo (R$ 1.412) e, depois, os beneficiários que ganham mais.

O pagamento é feito conforme o número final do benefício, sem considerar o dígito verificador. O valor do 13º foi antecipado neste ano, a exemplo do que vem sendo feito desde 2020, com a pandemia de Covid 19.

Por lei, o 13º deve ser pago em agosto e novembro. Mas, neste ano, o pagamento está sendo feito em abril e maio. A liberação dos valores ocorre juntamente com o benefício do mês.

Moradores do Sul vão no dia 24. O INSS vai pagar todos benefícios de maio e junho de uma única vez para os segurados dos municípios atingidos pelas chuvas. Eles devem receber o benefício mensal, a segunda parcela do 13º salário e, para quem solicitou, o adiantamento da aposentadoria de junho.
*
COMO FAZER A CONSULTA AO 13º DO INSS?

Pelo site:
- Acesse www.meu.inss.gov.br
- Na página inicial, vá em "Entrar com gov.br"
- Depois, informe o CPF e clique em "Continuar"
- Na página seguinte, digite a senha e vá em "Entrar"
- Na página inicial, clique em "Extrato de Pagamento"
- É no extrato que estará informado o valor do pagamento mensal (código 101) e o valor do 13º salário (código 104)
- Se houver empréstimo consignado, também aparecerá no extrato
- É possível gerar o PDF, clicando no final da página em "Baixar PDF"Pelo aplicativo:
- Abra o aplicativo Meu INSS
- Clique em "Entrar com gov.br"
- Informe o CPF e vá em "Continuar", depois, digite sua senha e vá em "Entrar"
- Na página inicial, vá em "Extrato de pagamento"
- No extrato do mês referente ao pagamento do 13º estará informado o valor do pagamento mensal (código 101) e o valor do 13º salário (código 104)
- É possível gerar o PDF, clicando no final da página em "Baixar PDF"

VEJA O CALENDÁRIO DO 13º PARA QUEM RECEBE UM SALÁRIO MÍNIMO
Final do benefício - Data do depósito
1 - 24/mai
2 - 27/mai
3 - 28/mai
4 - 29/mai
5 - 31/mai
6 - 3/j

VEJA O CALENDÁRIO DO 13º PARA QUEM RECEBE ACIMA DO SALÁRIO MÍNIMO
Final do benefício - Data do depósito
1 e 6 - 3/jun
2 e 7 - 4/jun
3 e 8 - 5/jun
4 e 9 - 6/jun
5 e 0 - 7/jun

COMO É O DESCONTO DO IMPOSTO DE RENDA?
Ao contrário da primeira parcela do 13º, a segunda pode ter desconto do Imposto de Renda, caso o cidadão seja obrigado a pagar o tributo. No entanto, a tabela do IR foi atualizada pelo presidente Lula, e quem recebe até dois salários mínimos não paga imposto.

Além disso, aposentados a partir de 65 anos têm direito a uma isenção extra do IR a partir do mês em que fazem aniversário.

COMO É O PAGAMENTO DO BENEFÍCIO DO INSS?

Os pagamentos de benefícios do INSS são feitos conforme o mês de competência. A liberação dos valores é feita no final de cada mês e adentra o início do mês seguinte. Por exemplo: a competência de maio começa a ser paga no final de maio e vai até o início de junho.

Para liberar os valores, leva-se em conta o número final do benefício, sem o dígito verificador. Recebem primeiro os segurados cujo valor do benefício é de um salário mínimo (R$ 1.412) e, depois, os beneficiários que ganham mais, até o teto do INSS.

QUEM TEM DIREITO?

Todos os segurados que recebem um benefício previdenciário têm direito ao pagamento do benefício mensal, na data estipulada por calendário anual do instituto. No caso dos beneficiários do Sul, os valores antecipados serão liberados no dia 24 apenas para os que moram nos municípios em estado de calamidade pública.

Segundo o Ministério da Previdência Social, o objetivo é ajudar beneficiários que estejam em dificuldades por causa da situação de calamidade pública nos municípios atingidos por chuvas nos últimos dias.

No caso do 13º, todos os beneficiários recebem, com exceção de quem tem BPC (Benefício de Prestação Continuada) e renda mensal vitalícia. Segurados com direito ao auxílio-doença, chamado de benefício por incapacidade temporária, recebem o valor proporcional.

Leia Também: Dólar recua com apetite por risco em NY e alta do petróleo

Campo obrigatório