Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

INSS demora três meses para corrigir benefício

A revisão dos benefícios por incapacidade, citada pelo INSS como uma das causas para essa lentidão, é uma das ações do governo para reduzir os gastos da Previdência

INSS demora três meses para corrigir benefício
Notícias ao Minuto Brasil

16:27 - 02/10/16 por Folhapress

Economia Previdência

O pente-fino que o INSS promove para cortar auxílios-doença e aposentadorias por invalidez está afetando quem precisa pedir correção nos valores de todos os tipos de benefícios previdenciários.

Em São Paulo, o tempo médio de espera por atendimento para revisão em um posto do INSS é de 102 dias.

O prazo é mais do que o dobro do limite de 45 dias a partir dos quais o instituto é obrigado a pagar correção nos valores devidos em concessão ou revisão de benefício.

Na agência Cidade Dutra (zona sul da capital), agendamentos feitos na semana passada eram marcados só para o final de março, segundo denúncia de um beneficiário.

Essa espera corresponde somente ao período em que o segurado precisa aguardar entre o pedido de revisão, feito pelo 135 ou no site www.inss.gov.br, e a entrega da documentação na agência.

A revisão dos benefícios por incapacidade, citada pelo INSS como uma das causas para essa lentidão, é uma das ações do governo para reduzir os gastos da Previdência.

O INSS planeja revisar 530 mil auxílios-doença. Também serão avaliadas 1,1 milhão de aposentadorias por invalidez de beneficiários com menos de 60 anos.

Com o cancelamento de benefícios considerados indevidos, o governo prevê uma economia de R$ 916 milhões ao ano.

Quem recebe um benefício tem até dez anos, contados a partir do primeiro pagamento, para pedir análise e, caso tenha direito, a correção.

OUTRO LADO

O instituto informou que as solicitações estão demorando porque a prioridade "está sendo dada aos pedidos iniciais dos serviços do INSS e à revisão dos benefícios por incapacidade".

Segundo o órgão, se a revisão for aceita, os valores atrasados serão pagos retroativamente, com correção. "Durante a espera, o aposentado continua a receber seu pagamento normalmente".

A meta do INSS é reduzir para 68 dias o tempo de espera pelo atendimento. Com informações da Folhapress.

Campo obrigatório