Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Marcha pela dignidade' no emprego leva milhares às ruas de Madri

Manifestantes denunciam 'condições de trabalho miseráveis' e 'salários ínfimos', entre outras causas

'Marcha pela dignidade' no emprego 
leva milhares às ruas de Madri
Notícias ao Minuto Brasil

18:20 - 27/05/17 por Notícias Ao Minuto

Economia Espanha

Milhares de pessoas participaram da "marcha pela dignidade" no emprego neste sábado (27), em Madri, na Espanha. Os manifestantes denunciam "condições de trabalho miseráveis" e "salários ínfimos", além de se pronunciarem contra o atual governo. Um cartaz trazido à frente da marcha pediu: "pão, trabalho, teto e igualdade".

A principal reclamação dos manifestantes, de acordo com a AFP, é a reforma do Código de Trabalho em vigor desde 2012, no governo de Mariano Rajoy. A medida reduziu as indenizações por demissão e autorizou as demissões coletivas sem razão econômica, entre outras coisas.

A Espanha deixou uma crise econômica em 2014, quando saiu de uma taxa de desemprego de cerca de 27%. Agora, o índice está em 18,7%.

Para Silvia Salamanca, uma das organizadoras do evento, "não podemos nos deixar enganar pela chamada recuperação econômica e pela chamada regeneração do emprego". O trabalho "que está sendo criado é um emprego precário com condições trabalhistas míseras e salários ínfimos", completou.

O salário mínimo no país é de 825 euros mensais, após um aumento do 8% no começo deste ano.

A primeira "Marcha pela dignidade" foi celebrada na capital espanhola em 22 de março de 2014.

Leia também: Irmãos Batista compraram empresa investigada após avanço da PF

Campo obrigatório