Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Mourão diz que Previdência será aprovada até início do 2º semestre

João Doria (PSDB) disse ao general que a reforma da previdência terá apoio incondicional com a bancada do estado no Congresso Nacional

Mourão diz que Previdência será aprovada até início do 2º semestre
Notícias ao Minuto Brasil

18:03 - 18/03/19 por Folhapress

Economia reforma

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, disse nesta segunda-feira (18) que o governo espera aprovar a reforma da Previdência entre o fim deste semestre e o início do próximo.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse ao general que a reforma da previdência terá apoio incondicional com a bancada do estado no Congresso Nacional.

"Reafirmamos o nosso apoio incondicional a reforma da previdência no âmbito do Congresso Nacional com a bancada de São Paulo da Câmara e do Senado e em tudo que pudermos influenciar positivamente para uma votação favorável", disse.

Doria destacou ainda que a reforma é fundamental para gerar empregos, resolver a situação fiscal do país e atrair investimentos.

O governador e o vice-presidente fizeram as declarações após almoçarem juntos no Palácio dos Bandeirantes, encontro definido por Mourão como de convergência de ideias.

"Nós contamos com o estado de São Paulo e de sua bancada para nós aprovarmos a reforma, se Deus quiser e tudo correr bem, até o final desse semestre e início do próximo semestre", declarou.

Ele classificou a reforma como ponto de partida para a reformulação pretendida pelo governo e um compromisso com futuras gerações.

"É nossa responsabilidade levar isso a frente, buscar a convergência das ideias e a partir dela iniciar um circulo virtuoso de atração de investimentos e das outras reformas que serão necessárias para atingirmos o equilíbrio fiscal e entrarmos, exatamente num desenvolvimento sustentável", afirmou.

Segundo Doria, o encontro com Mourão estava marcado há duas semanas, mas não foi realizado por conta das fortes chuvas que impediram a chegada do vice.

Além da Previdência, o governador disse que os dois também conversaram sobre investimentos do governo federal no estado de São Paulo, programas de desestatização no estado e cooperação na área social e econômica.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório